Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Vinhos

Vinhos para o Natal: as sugestões de Rodolfo Tristão

Rodolfo Tristão

Quando se fala de servir vinho, Rodolfo Tristão é um dos nomes mais consensuais, reconhecido entre os seus pares como uma das principais referências do serviço de vinho internacional. Frequentou a Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE), passou pela sala de restaurantes como o Celler de Can Roca, em Girona, e mais recentemente pelo restaurante Belcanto, de José Avillez, de onde saiu em setembro de 2019. Lançou recentemente o livro “Saber beber vinho” (€11.12), um manual prático que, de forma simples e clara, explica tudo o que é importante saber sobre o vinho para o saber beber, sugerir e, claro, apreciar.

Para esta quadra festiva, Rodolfo Tristão fez uma seleção de vinhos, baseada em produtores nacionais, que considera indicados para as especificidades da época, seja para servir à mesa, seja para fazerem parte dos presentes de natal. Nos vinhos brancos sugere o Marquesa da Alorna “Fernão Pires”, da Quinta da Alorna, região do Tejo, considerando ser esta “a casta rainha do Tejo e uma das mais brilhantes em Portugal. Frutado, toque floral, equilíbrio entre fruta e madeira. Sabor seco, rico e envolvente, sedoso com final apetecível. Um branco com alma de tinto. Para impressionar!”. Segue para o Pedras Brancas, da Ilha da Graciosa, Açores, justificando que “a Graciosa produz um vinho cheio de identidade, utilizando a palavra "terroir" ao máximo. Fresco, frutado e mineral com notas salinas” diz ser um “branco capaz de harmonizar com marisco e peixes mas também com petiscos e patés. Um branco para descobrir. Prenda certa para o amigo enófilo, que conhece tudo. Vai ser excelente”. Termina com o Cascale “Síria”, da Beira Interior, um vinho de intervenção mínima feito pela Casca Wines, considerando queos vinhos com intervenção mínima estão para ficar (vulgo vinhos naturais)”. De “cor alaranjada, aromas intensos, fruta madura, toque floral evidente. no palato mostra-se seco, intenso acidez presente com sensação de adstringência presente devido ao contacto pelicular. Mas bom e tenso. Com corpo e final entusiasta! Para os amigos que estão nesta onda, um excelente exemplar, ou para o amigo que quer experimentar vinhos fora da caixa".



Nos tintos, Rodolfo Tristão sugere o Infinitude "Merlot", de Colares, Lisboa (€18,90) por ser “Um vinho feito numa micro região, utilizando a casta francesa. Frutado e especiado, elegante, com notas frescas vindas da Serra de Sintra e do Atlântico. Sabor suave, com estrutura, especiado e toque salino ou não estivesse no "terroir" único de Colares. Um vinho que nos faz pensar e tira-nos da nossa zona de conforto. Uma prenda para aquela pessoa que vive a vida com muita intensidade. Ideal para conversa à lareira num dia chuvoso (na serra de Sintra ainda melhor)”. Segue com a proposta de um Saroto, de Trás os Montes (€11.90), um vinho de “Um pequeno produtor, que faz um vinho nas vinhas velhas. Frutado, frutos vermelhos, notas especiadas e delicadas. Ideal para surpreender!”, e termina esta secção com um Jardim de Granito "Touriga Nacional", da região do Dão (€11,10) “Um projeto recente que tenta mostrar o melhor da região através da sua casta rainha. Aromático e floral, notas da casta presente, intenso e envolvente. Na boca mostra-se seco, com alguma irreverência e corpo. Final entusiasmante. Para quem quer conhecer a casta Touriga Nacional, este vinho é um excelente começo”.



Nos Espumantes, Rodolfo Tristão sugere o Luis Costa "Chardonnay & Pinot Noir" (€21.90), das Caves S. João na Bairrada. É um “espumante de aromas envolventes, frutado e elegante. No palato fresco, equilibrado com final intenso. Ideal para oferecer para quem gosta de espumantes intensos. Para pessoas com personalidade vincada”. Segue com um Espumante NINFA (€24.90) do produtor João Barbosa, da região do Tejo salientando ser de “um terroir único perto de Rio Maior este espumante da casta Pinot Noir. Fresco, frutado e envolvente com bolha fina, intenso e sedoso. Ideal para pessoas alegres! Escolha acertada para jantares entre amigos. Prenda ideal para alguém especial”. Termina as sugestões com o Messias Millesime Grand Cuvee (€7,85) da Bairrada, por ser um “espumante fresco e frutado, bolha fina e refrescante. Excelente preço qualidade para quem se quer iniciar nos espumantes. Ideal para todos os dias”.



Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!