Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Vinhos

Vinhos Verdes: Vindimas, visitas e provas em dia aberto

  • 333

De Valongo a Melgaço é preciso percorrer bastos quilómetros em terras com caraterísticas muito diferentes. Mas é no seio deste vasto território que se podem conhecer algumas das mais interessantes adegas dedicadas a transformar uvas brancas em vinhos verdes com caraterísticas singulares que são apreciados nos quatro cantos do mundo.
Conhecer o berço dos vinhos verdes, do terroir à produção, das vinhas às adegas, dos viticultores aos enólogos, é a proposta deste dia aberto que convida a descobrir algumas das mais interessantes adegas da mais extensa região vitivinícola do país.

O “Dia de portas abertas” decorre a 7 de setembro em nove produtores que dão a conhecer os seus espaços, modos de fazer e também os afamados vinhos.
Caminhar na vinha, participar na vindima ou na produção do vinho, prova simples e cegas, para adultos e crianças são algumas propostas, a maioria com acesso gratuito.

Em Barcelos, a Quinta do Tamariz (Rua Cantim, 106, Fonte Coberta, Barcelos. Tel. 252960140) oferece uma prova cega de um Verde branco e um Verde rosé; uma prova, com desafio de identificação, de uma aguardente vínica e uma bagaceira de Vinho Verde e, para os mais novos, construção de um suporte para tachos feito com rolhas, tudo gratuito.

Na Quinta das Arcas (Rua Central da Lomba, Quinta das Arcas, Sobrado, Valongo. Tel. 224157810) há duas caminhadas temáticas: às 10h00 sobre a “Influência do Xisto no nosso terroir” e às 15h00 sobre “Boas práticas ambientais e influência nas nossas vinhas”, ambas seguidas de prova de vinhos e gratuitas.

No extremo noroeste do país, em Melgaço, o programa gratuito da Quinta de Soalheiro (Alvaredo, Melgaço. Tel. 251416769) inclui visita à adega, vista panorâmica do Vale de Monção e Melgaço e prova do Soalheiro Clássico.

Além da visita à adega, em Felgueiras, a Quinta de Maderne (Quinta de Maderne, Maderne. Tel. 917230885) oferece um passeio pelas vinhas e prova comentada de um vinho num programa gratuito. Se preferir a prova comentada de três vinhos fica por €20.

Na Quinta da Lixa (Av. Dr. Machado de Matos, Vila Cova de Lixa. Tel. 255143100) pode optar pelo programa gratuito que em 30 minutos visita o centro de produção com Verde honra ou acrescentar uma prova de três vinhos (€5). Outra possibilidade é desfrutar de um brunch no Monverde Wine Experience (€23,50, com bebidas incluídas). Neste último caso deve reservar através do email: pedrolopes@monverde.pt.

Descubra, no Palácio da Brejoeira (Pinheiros, Monção. Tel. 251 666 129) a Quinta (Bosque, Vinhas, Lago e Capela de São Francisco) e prove o Alvarinho numa visita de cerca de uma hora, disponível entre as 11h00 e as 16h00. As crianças até aos 12 anos não pagam e os adultos pagam €5. Se preferir uma visita ao interior Palácio, jardins, adega antiga e capela, a visita fica por €7,5 (adultos) e acontece a cada 30 minutos, até às 17h30.

Na Quinta da Aveleda (Rua da Aveleda, 2, Penafiel. Tel. 255718242) à visita guiada pelos jardins históricos segue-se uma prova comentada de 3 vinhos, num programa que dura cerca de uma hora e tem início às 16h30. As crianças até aos 16 anos não pagam e os adultos pagam €6. A reserva é obrigatória, através do email: enoturismo@aveleda.pt ou do Tel: 255718242.
Pode ainda optar por uma visita guiada pelos jardins históricos, que além da prova de três vinhos inclui confeção de pão com chouriço na cozinha velha e degustação de uva da região. Decorre às 10h00 e 11h30 e custa €10 por adulto; €6 para crianças entre os 8 e os 16 anos (que provam sumos de fruta).

Em Cabeceiras de Basto, a Casa da Tojeira (Faia. Tel. 253665740) há visita à adega, vinha e à Casa da Tojeira, seguida de prova de vinhos, tudo gratuito.



Na Quinta de Santa Cristina (Rua da Santa Cristina, 80, Veade, Celorico de Basto. Tel. 919945940) é gratuita a visita à adega com prova de um vinho.

Mais detalhes no site do Vinho Verde.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!