Receita do dia

Como fazer: Cataplana com robalo de anzol e carabineiros

Cataplana com robalo de anzol - Noélia Jerónimo

m produto português serve de inspiração para uma receita exclusiva, com a assinatura reconhecida de Noélia Jerónimo, chef e proprietária do restaurante Noélia e Jerónimo, em Cabanas de Tavira. Para ler, ver e fazer em casa.

O produto: Robalo
É um dos peixes mais apreciados e consumidos em Portugal. Em casa ou nos restaurantes existem dezenas de receitas que elevam as qualidades do robalo, do simples grelhado no carvão até à versão ao sal, sem esquecer as caldeiradas ou as massadas. Pode ainda ser assado no forno, cozido e até servido em ceviche ou em sashimi. Também apelidado de “lobo-do-mar” devido à voracidade, é um predador que se alimenta principalmente de crustáceos, peixes e moluscos. O robalo selvagem pescado à linha é (quase) um luxo. É a terceira espécie mais produzida em aquicultura em Portugal.

A receita: Cataplana com robalo de anzol e carabineiros
Tempo: 30 minutos - 4 Pessoas

Ingredientes:
1,5 kg
de robalo (ou 800 g de robalo limpo)
600 g de carabineiros
200 g de amêijoas
1 pimento-verde
1 pimento-vermelho
3 tomates
1 cebola
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 malagueta
1 cálice de brandy
Azeite
Pimenta-preta, em grão (q.b.)
Sal (q.b.)

Preparação:
1 -
Começar por fazer o refogado, com azeite, cebola, alho, louro e os pimentos cortados às rodelas.
2 - Deixar apurar e juntar o tomate e o cálice de brandy.
3 - Deixar evaporar o álcool.
4 - Juntar os pedaços de robalo e as amêijoas e deixar cozinhar durante 5 minutos.
5 - Quando o peixe estiver quase pronto, adicionar os carabineiros e cozinhar entre 2 a 3 minutos.
6 - No final, juntar os coentros, a malagueta e a pimenta-preta em grão.

Cataplana com robalo de anzol - Noélia Jerónimo
TIAGO MIRANDA

Fotos: Tiago Miranda

Esta receita exclusiva foi publicada originalmente no suplemento especial editado pelo Expresso, no dia 4 de dezembro de 2020.