Passeio Verde

Vales glaciares, praias fluviais e outras belezas naturais na Serra da Estrela

Ar puro, vegetação abundante e fauna com grande variedade de espécies, é o que pode esperar encontrar num passeio rural pelo município da Guarda

Para bem conhecer as belezas naturais que o concelho da Guarda preserva, comece o passeio nas alturas, pelo ponto mais alto de Portugal continental, a Serra da Estrela, com os seus quase dois mil metros de altitude.

Com uma beleza natural praticamente intocável, com muita neve no inverno e vegetação abundante na primavera, só neste município encontra mais de 113 quilómetros em trilhos pedestres com pontos de interesse distintos: as nascentes dos maiores rios portugueses, os vales glaciares de Loriga, Manteigas e diversas espécies de aves que aqui nidificam.

A rede de Percursos Pedestres da Guarda é dividida por nove itinerários, todos eles, como é habitual, com vários graus de dificuldade e duração, sendo que a maioria apresenta caminhos sinuosos.
No Trilho da Calçada do Tintinolho, e se é apreciador de animais, corre o sério risco de avistar raposas e fuinhas e cruzar-se com répteis como o sardão e o lagarto-ocelado, sendo mais frequentes as várias espécies de lagartixas. A paisagem do Trilho da Quinta da Maúnça é marcada por elementos rochosos, tal como a do Trilho do Jarmelo. Enquanto o Percurso de Pera do Moço é feito na sua grande parte na povoação, o Trilho das Canadas é feito por caminhos rurais e estradas secundárias. Com 10 quilómetros de extensão, localiza-se em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, onde se percorrem trilhos outrora usados por pastores e os seus rebanhos. A Rota da Cabeça Alta, Rota de Barrelas Rota do Azeite e a Rota do Castro do Jarmelo, são os restantes percursos que fazem parte da região.

Este Passeio Verde foi realizado em parceria com Volvo - Carro Oficial Boa Cama Boa Mesa

Das maravilhas naturais da Guarda faz também parte o Vale Glacial da Serra da Estrela que é, com os seus 13 quilómetros de extensão, o maior de toda a Europa. Formado há milhares de anos durante a última glaciação, uma grande língua de gelo deu origem ao Vale Glaciar do Zêzere, onde hoje se localiza a vila de Manteigas e ao Vale Glaciar de Loriga, de beleza absolutamente deslumbrante.

Mesmo no centro urbano da cidade da Guarda encontra o Parque Urbano do Rio Diz, com 21 hectares de terreno, que além das muitas zonas verdes tem um gigantesco espelho de água com mais de 11 mil metros quadrados. Muito procurado pelas famílias em lazer, tem parque infantil e é um espaço perfeito para se praticar desporto, andar de bicicleta e fazer relaxantes e saudáveis caminhadas.
O município da Guarda será também abrangido pela Grande Rota pedestre e ciclável com 760 quilómetros, que vai atravessar o território do Estrela Geopark, e, que se prevê, estará concluída no final do próximo ano.

Para terminar o passeio de forma bem fresquinha, se optar por fazê-lo durante o verão, não dispense um mergulho nas praias fluviais locais, a Praia Fluvial de Valhelhas e Praia Fluvial de Aldeia Viçosa. Ambas com águas de grande qualidade e acessibilidades para pessoas com capacidade de locomoção reduzida, têm toda uma beleza natural envolvente, mas também todas as infraestruturas necessárias à prática balnear

Nunca como agora, descobrir Portugal fez tanto sentido e foi tão sustentável.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!