Passeio Verde

Entre a Arrábida e Melides: um festival de caminhadas, golfinhos e cegonhas

Golfinhos do Sado
Vertigem Azul

Com mais de 23 mil hectares de área, a Reserva Natural Estuário do Sado representa um paraíso natural que se divide entre a terra e a água. Abrange quatro concelhos com especificidades diferentes, Setúbal, Alcácer do Sal, Palmela e Grândola.

Apesar das muitas maravilhas de fauna e flora que guarda, a principal atração da Reserva Natural Estuário do Sado são, sem dúvida, os golfinhos (a espécie é roaz-corvineiro) que utilizam o estuário para a sua alimentação e reprodução. Várias empresas promovem visitas para a observação da comunidade existente, entre Tróia e a Serra da Arrábida, sendo até possível dar mergulhos e, com sorte, nadar ao lados dos famosos golfinhos. A Vertigem Azul (Tel. 265238000) utiliza um veleiro catamarã e é das mais antigas e especializadas nesta verdadeira e memorável aventura. Este empresa recebeu o Prémio Nacional de Turimo - Expresso_BPI, na categoria de Serviços Turísticos

Para descobrir os muitos tesouros da Serra da Arrábida está agendado, já com nova data, para os dias 28, 29 e 30 de maio, a primeira edição do Arrábida Walking Festival, "o primeiro evento inteiramente dedicado à descoberta deste imenso património através das caminhadas", que tem como tema a arqueologia.

Arrábida
Ricardo Palma Veiga

A Península de Tróia representa também um templo sagrado para diversos tipos de aves. Estão registadas mais de 220 espécies, que aqui nidificam e repousam. A observação de aves (birdwatching) é, assim, uma atividade também muito procurada pelos curiosos da natureza e famílias em passeio.
Entre Alcácer do Sal e Setúbal, encontra-se uma das zonas húmidas mais importante do país para as aves, sendo possível observar espécies raras, como o flamingo, pato-trombeteiro, pernilongo e o pilrito-de-peito-preto, entre tantas outras. Também na região existem várias empresas dedicadas a promover visitas guiadas, Um dos locais obrigatórios é a Herdade da Gâmbia.

Tróia

Os arrozais da Carrasqueira ficam numa pequena península que penetra no estuário do Sado a partir da Comporta. Antigamente um imenso sapal, os terrenos foram adaptados para fins agrícolas, sobretudo para a cultura do arroz. No entanto, ainda é possível encontrar pequenas lagoas com caniçais. Aliás, pode observar bem de perto a fauna e flora aqui predominantes, a bordo de um caiaque pela Vala Real, o principal canal de alimentação de água à várzea de arroz. Uma experiência promovida pela empresa Cavalos na Areia, com sede junto à Comporta, a partir da qual é possível avistar-se aves de maior porte, como cegonhas-brancas, garças-brancas-pequenas e garças-reais. A fuinha-dos-juncos é muito comum na zona, nesta estação do ano.

Cavalos na Areia
Divulgacao

Em terra, deslumbre-se com o imenso areal. Na realidade, a península de Tróia não é mais que uma gigantesca duna de areia, que se foi formando ao longo de milhares de anos. A primavera é a estação do ano ideal para visitar a Reserva Botânica das Dunas de Tróia, que, nesta época, apresenta as mais belas imagens de perfumada vegetação em floração. Um verdadeiro festival para os sentidos.

As paradisíacas praias da região, com água fresca e cristalina, estendem-se por 45 km - a chamada Frente Atlântica - e convidam a mergulhos e banhos de sol. Mas não só. Os passeios a cavalo nas praias da Comporta, ao amanhecer e pôr do sol, são uma das atividades mais procuradas, que proporcionam momentos inesquecíveis e de grande beleza.

Este Passeio Verde foi realizado em parceria com Volvo - Carro Oficial Boa Cama Boa Mesa
DR

Também a pé, são vários os trilhos que existem e que permitem conhecer de perto a riqueza paisagística e natural existente na zona. Os caminhos são feitos por terra batida, por vezes de areia solta, e permitem explorar cada recanto da reserva. Apesar de poder fazer alguns percursos sozinho, o melhor mesmo é juntar-se a uma das várias empresas com guias, que tão bem conhecem os mais importantes sítios a visitar. Para os iniciantes, o Percurso da Mourisca é muito fácil de ser feito e oferece a vista de uma grande riqueza de aves do estuário. Destaque também para o Percurso pedestre da Comporta, o Percurso pedestre da Gâmbia, ou o percurso “Pela Rota das Praias Desertas”, na Arrábida.

Ainda na zona da Reserva Natural Estuário do Sado, não deve deixar de fazer uma visita à Lagoa de Melides e às suas pequenas ilhas, para observação das várias espécies animais, nomeadamente aves, que têm aqui o seu habitat natural. Recenetemente foi inaugurado um segundo abrigo de observação

Melides
Divulgação

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!