Covid-19

Restaurantes garantem ter condições para reabrir a 19 de abril e pedem alargamento de horários ao fim de semana

Divulgacao

As principais associações do sector da restauração defenderam nas últimas horas que “estão preparados para a próxima fase de desconfinamento, assegurando todas as condições de segurança”, e pedem o alargamento dos horários ao fim de semana de forma a “assegurar viabilidade económica das empresas”.

Paulo Brilhante

Jornalista

É grande a expectativa entre os empresários da restauração tendo em conta a segunda fase do plano de desconfinamento que hoje será anunciada pelo Governo, após a reunião do Conselho de Ministros. Tendo em conta os últimos dados da evolução da curva epidemiológica e os vários relatos de não cumprimento de regras nas esplanadas, as associações representativas dos restaurantes temem que o Governo não confirme o que estava previamente anunciado. Ou seja, que os restaurantes podem reabrir a partir da próxima segunda-feira, dia 19 de abril. Recorde-se que a terceira fase de desconfinamento prevê, não só a reabertura dos restaurantes e similares, com um máximo de quatro pessoas por mesa no interior, mas também o alargamento para seis, por mesa, em esplanadas. Relativamente aos horários, os restaurantes podem abrir até às 22h00 durante a semana ou até às 13h00 ao fim de semana e feriados.

Em comunicado, a AHRESP - Associação da hotelaria, restauração e similares de Portugal garante que os restaurantes “estão preparados para a próxima fase de desconfinamento, assegurando todas as condições de segurança”, recordando ter feito, nos último dias, em todo o país, “uma campanha com o objetivo de esclarecer os empresários sobre as dúvidas que surgiram com a publicação das medidas de desconfinamento”. Em conjunto com a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição e a Associação Portuguesa de Centros Comerciais, a AHRESP também garante que os centros comerciais “reúnem todas as condições para a reabertura no próximo dia 19 de abril, assegurando as condições de higiene para a salvaguarda da saúde pública e a segurança dos seus clientes, fornecedores e trabalhadores”.

Por sua vez, a Pro.Var, associação de restaurantes sediada a norte, vai mais longe e propõe um ajuste no plano de reaberturas em que defende a alteração dos horários de funcionamento ao fim de semana, propondo a implementação de dois turnos (das 12h00 às 15h30 e das 19h00 Às 22h30). Num documento com “Medidas de salvação do setor da restauração” entregue ao Governo, os restaurantes justificam esta alteração com “a necessidade de assegurar viabilidade económica das empresas pois a maioria da faturação é normalmente feita ao fim de semana”, ao mesmo tempo que se evitam concentrações de clientes que acabam por provocar “inúmeros incumprimentos involuntários por incapacidade de garantir resposta do serviço”.

A Pro.Var espera ainda que a evolução positiva no cumprimento do uso da máscara por parte dos portugueses, tenha um efeito positivo na decisão do Governo e este mantenha a data de reabertura das salas dos restaurantes, prevista para o dia 19 de abril. Neste contexto, reforça a garantia de que os espaços interiores de restauração “são seguros, pois dispõem de regras extraordinariamente mais apertadas por comparação com as esplanadas e que os clientes se comportam de modo ainda mais, cuidado e responsável”.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!