Boa Vida

De costas para o mar, um roteiro alternativo no litoral alentejano

Santa Clara-a-Velha
Luís Guerreiro

Aceite o desafio. Por uns dias volte costas às praias do litoral alentejano e parta à descoberta da beleza e das surpresas desta região, de Alcácer do Sal até Odemira

Aceite o desafio e, por uns dias, volte costas ao mar. Parece pecado capital esquecer algumas das mais belas, premiadas e seguras praias da costa portuguesa, de Tróia à Zambujeira do Mar, onde os extensos areais vão dando lugar, em direção a sul, a praias emolduradas por falésias e rochedos. Do património natural à beleza do paisagem este é um território com muito para descobrir.

Em Alcácer do Sal, por debaixo do castelo que alberga uma Pousada de Portugal, além de apreciar o verde dos arrozais, desça às catacumbas da Cripta Arqueológica para conhecer a história desta região que encantou os povos, pelo menos desde a Idade do Ferro (século VII a.C). Junto ao Sado, embarque numa viagem tranquila com muita história e natureza, ao longo do rio, a bordo de um dos dois galeões do sal geridos pela autarquia de Alcácer do Sal (Tel. 265009987). A poucos quilómetros para o interior encontra a pacatez profunda e a beleza caiada de branco da aldeia de Santa Susana, ponto de referência para alcançar a albufeira do Pego do Altar, ideal para atividades náuticas como a canoagem. A paz deste local é atestada pela existência de um centro de budismo tibetano (Tel. 912139353). Outra das albufeiras incontornáveis desta região é a de Vale do Gaio, um oásis escondido, que merece ser usufruído a partir do Hotel Vale do Gaio (Tel. 265669610). Além de passeios de bicicleta pelas margens ou de canoa ou gaivota no espelho de água, são as day beds no relvado e recantos da unidade hoteleira, a garantia de descanso, enquanto os mais novos se divertem.

Alpacas no Alentejo
DR

Grândola

A partir de Grândola, município onde Comporta, Carvalhal, Aberta Nova e Melides são areais obrigatórios, o desafio é ir em direção ao Outeiro dos Píncaros, um dos pontos mais altos da região, através do percurso pedestre da Rota da Serra. No interior encontra ainda o Museu Mineiro do Lousal, onde o Centro de Ciência Viva (Tel. 269750520), com uma gruta virtual e módulos interativos organiza regularmente atividades para as crianças. Em Mosqueirões marque uma visita ao Mama Adama (Tel. 915722928), que se anuncia como um Awareness Centre, em que a ligação e o respeito pela natureza são os pilares desta comunidade. Quinta orgânica tem na criação de alpacas, um dos motivos maiores da curiosidade dos visitantes (€15).

Castelo de Santiago do Cacém

Santiago do Cacém

Em Santiago do Cacém, o castelo merece paragem para ver o mar ao longe no horizonte (cerca de 25 km de distância) e depois partir à descoberta das barragens de Campilhas e de Fonte Serne. O contacto com uma natureza em estado puro está garantido e pode sempre refrescar-se com um mergulho ou praticar diversos desportos náuticos não motorizados, incluindo o cada vez mais popular Stand-Up Paddle. Para aulas e aluguer de material fale com a SUP & CO (Tel. 961441835). Para o final da tarde guarde uma visita (gratuita) ao Moinho de Vento da Quintinha, em perfeito estado de conservação e laboração. O Museu da Farinha completa a formação sobre a história desta arte ancestral. Em direção à costa, que a atração do mar é sempre muito forte nesta região, dá-se a conhecer um segredo: o percurso interpretativo do Salgueiral da Galiza, em plena Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha. O passadiço de madeira entre a vegetação é apenas o aperitivo para descobrir a mais secreta das zonas de água do concelho de Sines: a Lagoa da Sancha. Para experiências organizadas, que podem incluir bicicletas elétricas ou passeios de jipe com piquenique incluído, contacte a Alentour (Tel. 925321654). Para os mais novos, o Badoca Safari Park (Tel. 269708850) é sempre uma alternativa divertida, com muitos animais para ver e outras diversões, com mais ou menos água (€17,50).

Rio Mira
Luís Guerreiro / C.M. Odemira

De Sines a Milfontes

A partir de Sines, com a bonita zona marginal e praia urbana, a costa ganha novos contornos e muitos recantos, com pequenos areais quase secretos, que se estendem até à união do Alentejo com o Algarve em Odeceixe. Porto Covo, com a ilha do Pessegueiro à vista, Vila Nova de Milfontes e a Zambujeira do Mar são os principais destinos das famílias. O estuário do rio Mira é um mar de atividades aquáticas, da canoagem ao Stand-Up Paddle, mas também o ponto de partida para um percurso que contraria a corrente e sobe o curso de água. De caiaque vá até ao Moinho da Asneira ou até à Casa Branca, um antigo cais de embarque. Com a EcoTrails (Tel. 967155383) e com recurso a canoas de quatro lugares pode fazer um percurso noturno, ainda mais fascinante em noites de lua cheia. De costas para o Atlântico várias empresas organizam passeios contemplativos, como a Maresia Milfontes (Tel. 964200944) a bordo de uma embarcação tradicional, ou com a BTure (Tel. 925348205) que faz o percurso de 30 km até à sede do concelho, com direito a paragem para visitar Odemira. Com a Duca (Tel. 963695200) pode organizar passeios temáticos e até provar as ainda pouco conhecidas ostras do Mira.

Praia Fluvial da Barragem de Santa Clara
Luís Guerreiro

Odemira

Uma vez em Odemira pode carregar energia na frescura tranquila do Jardim da Fonte Férrea. De regresso ao interior, o espelho de água da Barragem de Santa Clara é cada vez mais procurado por quem deseja um contacto mais próximo com a natureza e, ao mesmo tempo, diversão refrescante. É uma das maiores albufeiras da Europa e oferece zona balnear, com plataforma flutuante. A praia fluvial ostenta a Bandeira Azul e existem diversas atividades náuticas disponíveis e trilhos de descoberta. O percurso “À Beirinha da Barragem!”, promovido pela Rota Vicentina percorre caminhos rurais e florestais, visitando pequenas aldeias perdidas e outras abandonadas ou fantasma, como Totenique.

Depois desta odisseia, agende-se o regresso ao mar, seja para desfrutar da maré vazia na praia da Zambujeira do Mar, seja para uma aula de surf, seja para descobrir um areal quase secreto. A partir da Herdade do Touril (Tel. 283950080), os hóspedes podem usufruir de bicicletas elétricas e partir à descoberta. A pouca distância e com um acesso difícil e apenas indicado para famílias ativas, aproveite a sensação de ter um areal quase exclusivo.

Herdade do Touril
PEDRO SAMPAYO RIBEIRO

Viver Portugal

Pode encontrar mais sugestões de praias fluviais nos guias Viver Portugal oferecidos com Expresso ao longo deste verão.

O Expresso juntou-se à SIC para lançar a iniciativa Viver Portugal, simbolicamente apresentada a 10 de junho, Dia de Portugal, com o objetivo claro de promover o que é português, através da televisão, do papel e do digital. A iniciativa Viver Portugal, pode ser acompanhada em www.expresso.pt/viverportugal.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!