Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio em Família: Brincar com os tons de outono em Bragança

Entre cores, aromas e sabores, o outono concede a Bragança uma beleza ímpar e transforma este concelho num destino com particular interesse. E se o mosaico de paisagens convida a agradáveis passeios na natureza, na cidade há atividades, para todas as idades e gostos.

Entre as variadas propostas destaca-se uma visita ao novo Museu Nacional Ferroviário de Bragança. Os míticos comboios têm o condão de encantar miúdos e graúdos também neste recém-inaugurado núcleo que presta homenagem ao caminho-de-ferro de Bragança. Inaugurado a 1 de dezembro de 1906 foi um marco fundamental na história da cidade, indispensável nas trocas comerciais e transporte de pessoas. Menos de um século depois, a linha foi encerrada, mas ficou a história contada neste Museu. Localizado no centro da cidade (Rua da Estação 1 5300, Bragança), pode ser visitado das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, de terça-feira a domingo.

Outro emblema antigo da região, a sericicultura e indústria têxtil tiveram grande impacto social e económico em Bragança século XVII. Nuna ligação a este passado histórico, a exposição “O Têxtil na Arte-Textile in Art”, patente no Centro Cultural Municipal Adriano Moreira, resulta de uma extensão da Bienal de Arte Têxtil Contemporânea – Contextile 2018, ‘O Têxtil na Arte-Textile in Art’ e reúne uma seleção de artistas que representam a produção artística na relação da arte com o têxtil. A mostra está patente até 16 de novembro.



No que respeita à natureza, a magia do Parque Natural de Montesinho revela-se única no outono. Pleno de biodiversidade, o Parque, situado às portas de Bragança, permite momentos raros de contacto com a natureza. Aqui é possível observar um grupo de veados junto à estrada, escutar o uivar de um lobo, observar aves raras, como a águia-real, ao mesmo tempo que se desfruta de um sem número de paisagens incríveis. Para as famílias mais aventureiras, sugerem-se os diversos trilhos que, a pé ou de bicicleta, oferecem cenários de grande beleza.

De regresso à cidade, através das imagens patentes no Centro de Fotografia Georges Dussaud (Rua Abílio Beça 77, Bragança) pode conhecer, sob o olhar fotográfico de António Sá, o “Património da Humanidade na bacia hidrográfica do Douro”. A exposição pode ser visitada de terça a domingo, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 até dia 16 de novembro na A entrada é gratuita.



Destino apetecível em qualquer momento da estação, ganha renovado interesse com a chegada das castanhas e da abundância típica dos produtos de outono da região. Reunir os primeiros sabores da estação é precisamente o objetivo da Feira Internacional do Norte – Norcaça, Norpesca & Norcastanha que Bragança acolhe de 31 de outubro a 3 de novembro.
Ao longo de quatro dias, degustar a gastronomia de excelência da região e, em particular, os três produtos emblemáticos desta época na região: a caça, a pesca e a castanha. Em redor do evento acontecem diversas atividades lúdicas e desportivas cujo calendário pode consultar no site do certame.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!