Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio em Família: festejar o outono em Serralves

  • 333

Durante dois dias, 28 e 29 de setembro, a Fundação Serralves, que celebra 30 anos, realiza ainda com mais afinco a sua já tradicional Festa de Outono. Porque a entrada numa nova estação do ano é sempre digna de ser (bem) assinalada.

Na Quinta de Serralves, a programação é diversificada e gratuita. As famílias podem assistir a espetáculos diversos que envolvem as artes circenses, a dança, a música, o teatro, oficinas, jogos e leituras encenadas, entre tantas outras atividades.

O principal objetivo é levar as famílias a vivenciar a zona mais rural de Serralves, através da sua participação também em workshops, oficinas, percursos e instalações, mas também conhecer e contactar de perto com processos de transformação biológicos, como a biodiversidade outonal do Parque, as raças autóctones, os produtos da época, a arte da cestaria e outros.


Para começar, os visitantes podem experimentar o mais recente projeto do Parque, concebido pelo arquiteto Carlos Castanheira, em colaboração com Álvaro Siza Vieira. Trata-se do “Treetop Walk”, um percurso num nível elevado face ao solo, junto à copa das árvores, que permite uma experiência impactante de observação e estudo da Biodiversidade do Parque de Serralves.

Depois de conhecer Serralves “pelo ar”, pode então descer à terra e participar em algumas das propostas sugeridas.

Os “Bichos do Bosque” é uma das peças do repertório das Marionetas do Porto, escrita e encenada por João Paulo Seara Cardoso, que explica a miúdos e graúdos que os “bichos do bosque são como nós, são menos ou mais iguais”. Outras performances teatrais estarão em destaque nestes dois dias de espetáculos.

Os workshops são dedicados à Natureza e seus habitantes. Em “Gaio, o Semeador de Bolotas”, os participantes são convidados a descobrir algumas curiosidades sobre esta espécie de pássaro, a construir um boneco e, tal como o gaio, a contribuir para a dispersão dos carvalhos.

Já em “Mandalas com Memória”, constrói-se uma mandala que guarda memórias com folhas de várias formas e feitios, cores e texturas, com sementes e pequenos ramos.

Várias oficinas são especialmente dedicadas a dar a conhecer as espécies autóctones existentes no parque, tanto as animais como as vegetais. Se lhe apetecer fazer uma pausa, nada como uma vista à Loja do Chá, onde pode experimentar uma seleção de chás feitos com um material muito precioso: a água da torneira.

Para quem gosta de caminhadas são vários os passeios de descoberta do Parque a que se pode juntar, para melhor conhecer os “habitantes” locais.

Na secção “Artes e Ofícios” aprende-se, entre outros, sobre a fiação da lã, a tecelagem, a cestaria, ou o esparteiro: a arte de entrelaçar.

E como em festa que se preze, música e comida é coisa que não pode faltar, durante este longo fim de semana podem ouvir-se os sons de Gil Dionísio, Jorge Queijo, Claiana, Fogo Fogo e Gwenifer Raymond, entre outros.

Os produtos alimentares biológicos, de produção nacional, ligados a um modo de vida mais sustentável e saudável, estão em destaque no “Mercado de Outono.

Na “Feira da Festa”, pode vasculhar entre livros relacionados com o Parque de Serralves, jogos e merchandising. Finalmente, na “Feira de Design e Artesanato Urbano”, pode descobrir o trabalho de criadores em áreas como a joalharia, a moda e objetos de decoração, entre outros.
A programação completa desta Festa de Outono pode ser conhecida no site de Serralves (
R. Dom João de Castro 210, Porto. Tel. 226156500).

No ano em que celebra os 30 anos, a Fundação de Serralves assume que “Celebrar Serralves” é continuar a impor metas ambiciosas para melhor perspetivar e cumprir o seu compromisso de serviço público; a criar e oferecer uma programação ambiciosa; a gerar projetos que interliguem a arte contemporânea, o ambiente e o conhecimento; a estimular a construir programas formativos sobre a arte, a biodiversidade e os recursos ambientais do planeta.

Este ano marca também a entrada em funcionamento da Casa do Cinema Manoel de Oliveira, que perpetuará a memória do grande realizador.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!