Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Miradouros de Lisboa: ver a cidade em duas rodas

  • 333

Divulgação

Se há coisa que a cidade de Lisboa tem, é uma beleza natural que fica bem em qualquer fotografia para colocar nas redes sociais. Os turistas, e também os locais, gabam a luz da cidade, o rio a correr sem pressas, e os bairros típicos onde, no verão, o cheiro da sardinha se espalha pelo ar. Mas, às vezes, ver a cidade não é tarefa fácil, até porque não há locais para estacionar, porque os autocarros andam quase cheios ou porque os horários dos transportes não se ajustam à vontade dos visitantes.

Para contornar todas as dificuldades de circular em Lisboa, nada melhor do que optar pelas duas rodas e partir à aventura pelas ruas coloridas da cidade. A partir do Miradouro de São Pedro de Alcântara, um jardim cujo projeto inicial remonta ao século XVIII, veja o castelo e a baixa e deixe-se envolver pela animação constante do vizinho Bairro Alto. Veja o constante sobe e desce do Elevador da Glória e desça até ao Chiado para sentir o pulsar da capital.

Com cuidado, atravesse a baixa da cidade e suba em direção ao Miradouro do Jardim do Torel. No alto de uma das sete colinas de Lisboa e junto do elevador do Lavra, o primeiro elevador da cidade, vai poder aproveitar uma vista única da cidade junto à estátua de Viana da Mota que embeleza o largo. Não faltam cafés para tomar uma bebida refrescante, nem lojas com produtos típicos para provar.

Do Miradouro de Nossa Senhora do Monte junto à capela onde foi buscar o nome, avista-se o Castelo de São Jorge, o Rio Tejo a passar ao fundo, a Baixa e a colina de São Roque com as ruínas do Convento Carmo em primeiro plano. Descubra as redondezas do Bairro da Graça e passe pela Villa Bertha, um dos mais concorridos “spots” dos santos populares, cheia de cor e de cenários fantásticos para tirar uma fotografia. A poucos metros encontra depois o Miradouro da Graça, junto à Igreja da Graça, cujo nome oficial é Miradouro Sophia de Mello Breyner Andresen, uma vez que a escritora passava por aqui para admirar Lisboa. Leia um dos seus poemas na parede e aproveite o quiosque para uma bebida refrescante.

Termine o passeio no Miradouro das Portas do Sol. Diz-se que a vista daqui é digna de um postal ilustrado, com o casario de Alfama como cenário. Avista-se o Mosteiro de São Vicente de Fora, o Panteão Nacional e ainda a Igreja de Santo Estêvão. Recomenda-se a esplanada junto ao quiosque, ou a que leva o nome do miradouro, mais abaixo. Caso prefira, faça o percurso ao contrario e comece por este local, até porque as fotografias comprovam que é daqui que se tem o melhor nascer do sol da cidade de Lisboa.



Em Lisboa, há quatro estações da Europcar onde pode encontrar bicicletas e scooters para aluguer. Procure-as nas estações da Avenida António Augusto Aguiar, da Rua Rodrigues Sampaio, Estação de Santa Apolónia e Estação Gare do Oriente. O tempo mínimo de aluguer é de quatro horas, os preços começam nos €8,02 para um bicicleta simples, €15,01 se opção for uma bicicleta elétrica. As Scooters custam a partir de €22, 93.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram