Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio em família: Celebrar a arte urbana nas ruas de Águeda

Fotos: AgitÁgueda

Até ao fim de julho, Águeda enche-se de cor, música e arte urbana. Com um calendário pleno de iniciativas transversais a todas as idades, e convida a um passeio pela cidade para apreciar a festa.



Na 14ª edição do AgitÁgueda não faltam instalações, arte urbana para apreciar numa galeria ao ar livre, bodypaiting, encontro de estátuas vivas, música para ouvir diariamente, mas também artesanato e gastronomia, em tasquinhas que revelam os petiscos típicos da região. Conheça aqui o programa completo do AgitÁgueda .

No que à música diz repeito, dos concertos diários destacam-se American Authors, dia 13; Rita Guerra e Banda Alvarense, a 14; Calema, a 19; Calum Scott, a 20; Olavo Bilac, dia 24 e Sara Tavares, a 25, em concertos que começam sempre às 22h00 e com entrada gratuita, como são, aliás, todas as atividades da festa.

O que fazer
Às vezes mais importante que o destino é a viagem. Uma boa maneira de chegar a Águeda é precisamente optar pelo Comboio Histórico do Vouga embarcando em Aveiro e regressando no mesmo meio de transporte, com passagem pelo centro de Águeda e pelo Museu Ferroviário de Macinhata do Vouga. As viagens, que decorrem apenas nesta época de verão, partem da estação de Aveiro às 13h40 com regresso ao mesmo local agendado para as 19h00 e custam €30 por adulto e €16,50 por criança, dos 4 aos 12 anos.

Se viajar de carro, para além de assistir aos concertos e atividades do AgitÁgueda e apreciar a arte que dá cor à cidade, aproveite para um passeio até à Pateira de Fermentelos, uma enorme lagoa natural a que se acede por vários concelhos, incluindo o de Águeda, onde pode caminhar, observar aves, aproveitar o parque adjacente para os miúdos brincarem e fazer um piquenique. Vale ainda a pena uma visita ao Museu Ferroviário de Macinhata do Vouga, situado na segunda estação do Ramal de Sernada a Aveiro, que reúne um importante espólio das companhias ferroviárias Nacional e Vale do Vouga.

Onde dormir
O recente In Gold Hotel & Spa (Rua Manuel Sousa Carneiro, 25, Águeda. Tel. 234690170) tem 83 quartos (desde €65), oito dos quais suítes, que acrescentam conforto à hotelaria da região e, ao mesmo tempo, revelam cuidado com as necessidades mais tecnológicas, ao apresentarem ecrãs de televisão que emparelham com smartphones. Desde o terraço, vê-se ainda melhor a cidade, o Vale do Águeda e a Capela de S. Pedro. No Spa, desfrute da piscina interior aquecida, sauna, banho turco, salas de massagens e espaço para ioga, reiki e ginástica.
É sempre um prazer voltar à Quinta dos Meireles (Rua da Lameira, Valmaior, Albergaria-a-Velha. Tel. 234524147), aconchegada pela vegetacão e a montanha. Dos oito quartos (desde €60) – todos com casa de banho –, seis ficam no edifício principal, um recupera a antiga casa do caseiro e o outro é o discreto Quarto da Tranquilidade. Aproveite a sala comum, os produtos caseiros e de época ao pequeno-almoço (outras refeições só a pedido) e a Casa da Sombra, para beber um chá no jardim.

Onde comer
O leitão assado à moda da Bairrada é a razão da romaria que enche a Casa Vidal (Largo Almas da Areosa, 420, Almas da Areosa, Águeda. Tel. 234666353) aos almoços desde 1964 (jantares só sexta-feira e sábado). Além do leitão, com batatas fritas e salada, o pequeno reco é também servido noutras (boas) confeções: cabidela, feijoada, chanfana e iscas de fígado. Aos fins de semana reserve sempre antes de ir. Preço médio: €30.
Cântaros de barro, lenços, cestaria e instrumentos agrícolas, a sala d' O Típico (Rua Doutor Manuel Alegre, 42, Águeda. Tel. 234625336) parece um pequeno museu e faz justiça ao nome. Saberá de imediato que aqui se enaltecem as tradições culturais, mas também gastronómicas. De entre tantas tentações presentes na carta, destaque para a vitela assada e as migas lagareiras com o bacalhau lascado. Os nacos de vitela grelhados com batata crocante e legumes, o polvo à lagareiro e o coelho grelhado são alternativas. Preço médio: €20.

Este artigo contou com o apoio do Turismo do Centro do Portugal