Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio em Família: Ir ao Japão sem sair de Lisboa

O fascínio pela singular e vasta cultura nipónica não escolhe idades: Sejam as artes mais detalhadas e tradicionais ou o arrojo de vestir a pela de uma incrível personagem Anime, este é um país que inspira crianças e adultos a saber mais.

Este sábado, dia 22 de junho, no Jardim Vasco da Gama, em Belém, Lisboa, Japão e Portugal andam de mãos dadas nesta mostra de cultura e arte japonesas. Das artes marciais às manuais, da música à dança, sem esquecer as futuristas personagens Anime, as tradições e inovações nipónicas animam um dia de imersão, dando a conhecer alguns detalhes únicos do distante país. A entrada na Festa do Japão em Lisboa, que decorre entre as 14h00 e as 22h00, é livre.

Um dos momentos altos do dia será o desfile de Cosplay que traz para o palco as animadas e únicas personagens de Anime. A passagem está agendada para as 16h45.

O "aquecimento" é feito com uma mostra de artes marciais: Karaté, Kendo, Shotokai, Artes Orientas, Aikido, Jujutsu, Iaido, Karate Okinawa, Atarashi e Kobudo são representadas pelos seus clubes e associaões presentes em Portugal. Esta mostra acontece entre as 14h30 e as 15h30.

O resto do dia é dedicado a artes como a música e a dança, com tambores, Shamisen, canto e dança. Em destaque está a atuação do Grupo de tambores japoneses com o artista Keita Kanazashi e Taiko Enishi e do grupo Tomoro e a apresentação de Shamisen e Canto com Hibiki Ichikawa e Akari Mochizuki. A mostra encerra com “Bon-odori”, uma dança tradicional japonesa, pelas 21h50.



Organizado pela Embaixada do Japão, em co-organização com a Câmara Municipal de Lisboa, EGEAC, Junta de Freguesia de Belém, Câmara de Comércio e Indústria Luso-Japonesa, Associação de Amizade Portugal-Japão e Clube do Japão, a “Festa do Japão em Lisboa” celebra a amizade e cultura entre o Japão e Portugal evocando o papel que a cultura japonesa tem desempenhado na cidade de Lisboa, mas também a importância do intercâmbio cultural entre pessoas, sob as mais diversas formas.

Japão à mesa
Se o Japão é um país apaixonante para si também à mesa, aproveite a proximidade para visitar um espaço que revela bem a relação entre os dois países. O restaurante Tsukiji - em homenagem ao maior mercado de peixe do mundo - do chefe Paulo Morais, mestre português na arte de trabalhar esta gastronomia, oferece propostas para toda a família. À entrada, um balcão recheado de peixe e marisco dá o mote para a refeição: aqui serve-se peixe-galo, tamboril, garoupa, pargo, pregado ou linguado, carabineiros, ouriços do mar, lagostas ou camarões, sempre trabalhados de forma criativa. Mas também há sushi e sashimi, ramen, ceviche e carne Waggyu.

A filosofia da casa passa pela sustentabilidade e por isso todas as partes do peixe são aproveitadas. O Tsukiji (Rua dos Jerónimos, 12. Tel. 963209315. Preço médio: €30) oferece também um exclusivo menu degustação, composto por 5 momentos diferentes, a partir de um peixe escolhido pelo comensal. A proposta pode passar por uma sopa de peixe com a cabeça do mesmo, seguida de sushi, filetes, peixe grelhado, e uma entrada de escamas fritas, transformadas em surpreendentes e saborosas “pipocas”. O espaço conta ainda com uma robata (um grelhador oriental), onde se pode assar o peixe à maneira do Japão.

No final, as sobremesas estão a cargo de Miyuki Kano, a chefe pasteleira que trabalha com Paulo Morais há vários anos. Se quiser prolongar a refeição, aproveite o wine & sake bar onde pode beber um copo de vinho, experimentar um sake, ou apreciar um champagne francês, acompanhados por pequenos petiscos.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!