Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio em família: Até ao fim do mundo nos jardins de Ponte de Lima

  • 333

A arte de criar jardins efémeros volta a encantar da tradicional vila minhota. Artistas de todo o mundo instalam em Ponte de Lima a sua visão de jardins de sonho, sob o tema Jardins do Fim do Mundo.
Leve a família e desfrutem juntos de espaços verdes que são verdadeiras obras de arte.

Até ao fim de outubro, o Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima convida a passeios contemplativos por jardins inspirados em várias partes do mundo. Portugal, Alemanha, Argentina, Áustria, Brasil, China, Espanha, Itália e República Checa, além da Holanda, que expõe o jardim mais votado pelo público na edição anterior, são os países participantes que apresentam este ano 12 projetos.

O Jardim da Amizade, por exemplo, pretende enaltecer as relações entre Portugal e a China, refletindo elementos das duas culturas. Noutra abordagem, o Jardim de Microclimas usa métodos modernos e tradicionais de paisagismo para sublinhar a importância do clima na paisagem rural portuguesa. Outro projeto, o Jardim Mirabilia, oriundo de Itália, inspira-se nas obras “Alegria da Vida” e “Ritmo sem fim”, do pintor francês Robert Delaunay para sensações e a sua relação com a natureza.

Estes são apenas três de 12 projetos abertos a apreciar e desfrutar até ao fim de outubro.

Em paralelo, o município de Ponte de Lima, responsável pela organização do certame, sugere ainda uma passagem pelos perto de 50 espaços verdes espalhados pela vila. Conheça algumas sugestões de passeio no site do Festival Internacional de Jardins.

Pode visitar a 15.ª edição do Festival de terça a domingo, das 10h00 às 19h00, à segunda das 13h30 às 19h00 - todos os dias até às 20h00 em julho e agosto; até às 18h00 em outubro. Encerra para almoço, em maio, junho e setembro, entre as 12h00 e as 13h30. A visita é gratuita para menores de 12 anos; custa €1 para visita simples; €2 para bilhete de época.

Onde dormir
Carmo’s Boutique Hotel

Porque o verdadeiro luxo está nos detalhes, Carmo’s Boutique Hotel (Rua Santiago da Gemieira, Gemieira, Ponte de Lima. Tel. 258938743) faz-se de pormenores que encantam os sentidos. Se o acolhimento caloroso é o primeiro impacto, segue-se a decoração primorosa, pontuada de inúmeros objetos e peças de arte, que convidam a saber mais sobre a sua história. Os amplos jardins com lagos abrem-se ao usufruto nos dias mais quentes, entre mantas na relva e piqueniques na vinha. Mas são o conforto e o requinte generalizados, patentes em cada um dos 18 quartos, elegantes e confortáveis, que unem as diferenças num todo harmonioso, como as mais recentes e surpreendentes tendas de inspiração africana. Porque o mote é aproveitar o momento, desfrute do ar livre, do pequeno Spa, de uma massagem exótica numa tenda, do mundo mágico onde se regressa à infância, entre bonecas e caixas de música, ou simplesmente pegando num livro enquanto repousa na esplanada, com uma vista deslumbrante sobre a Natureza... Quarto duplo desde €189.

Paço de Vitorino
O jardim barroco, dividido em quatro áreas dedicadas aos quatro continentes conhecidos aquando da origem da casa, que começou a ser construída no século XVI, vale uma visita atenta e demorada e é um dos detalhes singulares que contam a história deste Paço de Vitorino (Rua do Paço, 270, Ponte de Lima. Tel. 258738578), recuperado há três anos. Dentro de portas, parte dos 15 quartos, seis suítes, recheadas de mobiliário da época, são também pródigas em memórias. Divididos pela ala do campo, da casa principal ou do jardim, os alojamentos variam na configuracão e na decoracão, ora mais clássicos, ora mais contemporâneos, mas sempre elegantes. Quarto duplo desde €100.

Onde Comer
A Tulha

Numa tulha armazenam-se cereais ou azeitonas antes da sua transformação em farinha e azeite. No caso dest’A Tulha (Rua Formosa, 4, Ponte de Lima. Tel. 258942879), no casco histórico de Ponte de Lima ergue-se antes um bom refúgio para a cozinha da terra. Elegante, respeitando o traçado local, com as paredes em pedra e vigas nos tetos, decora-se de madeiras escuras e tons bordeaux. O peixe fresco grelhado na brasa, o bacalhau à Tulha, a posta, além do arroz de sarrabulho e dos rojões servidos ao fim de semana, são especialmente recomendados. Preço médio: €15.

Taverna da Vaca das Cordas
Numa vila que tem na festa da vaca das cordas e na tourada alguns dos seus momentos altos não podia faltar um espaço que lhes prestasse homenagem. É o caso da Taverna da Vaca das Cordas (Rua Beato Francisco Pacheco, 39/41, Ponte de Lima. Tel. 258741167), em que uma das duas salas é decorada com motivos alusivos às celebrações. Já à mesa nem só a carne é rainha. O bacalhau à casa – às lascas, com grelos salteados, puré e broa, feito no forno – e o polvo grelhado são especialidades, a par do misto de carnes – três cortes de novilho, servidos com batata frita às rodelas e salada de tomate. Preço médio: €20.

O que fazer
Museu do Brinquedo Português
Inteiramente dedicado a brinquedos produzido em Portugal, o Museu do Brinquedo Português é uma viagem no tempo - entre o fim do séc. XIX e 1986 - por milhares de peças que retratam também a infância de quem os vê. A exposição está ordenada cronologicamente, o que permite ver claramente a evolução dos brinquedos e sua adequação a uma sociedade em mudança. Antes de subir ao primeiro piso, que alberga esta mostra, conta-se a história de cerca de 200 fabricantes de brinquedos nacionais. Antes e depois, uma agradável travessia pela ponte sobre o rio Lima torna este passeio ainda mais agradável. Preço: €3. Bilhete família: €6. Casa do Arnado - Largo da Alegria, Arcozelo, Ponte de Lima. Tel. 258 240 210

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!