Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Santos Populares: os arraiais que não pode perder em Lisboa

  • 333

Divulgação

“Apita o Comboio”, “Zumba na Caneca” ou “Cheira a Lisboa” Os êxitos populares ecoam pelos arraiais de Lisboa durante o mês de Junho, em homenagem a Santo António. Manjericos, copos e sardinhada também estão garantidos, além de muita gargalhada com os moradores dos bairros mais típicos de Lisboa. Se um arraial é divertido, vários arraiais divertem muito mais. Siga a rota Boa Cama Boa Mesa pelos mais divertidos arraiais da capital

Arraial da Bica
A Bica é linda. Apresenta uma diversidade população que traz muita pimenta a esta zona lisboeta. Acompanhando a descida do elevador com o mesmo nome, pequenos arraiais multiplicam-se nas escadinhas de todas as travessas, à esquerda e à direita, onde tanto podemos ouvir o DJ mais disruptivo como um funaná. E, com os petiscos acontece o mesmo, do hambúrguer vegan à chamuça, passando pela sardinha e a entremeada, há de tudo.

Arraial de Carnide
Todo um cartaz de bandas animadas promete fazer abanar as ancas em pleno centro histórico, como manda a tradição. Junto ao lindo Coreto de Carnide, a ementa é, naturalmente, a que tem de ser, sardinha da boa, a bela “febra” e o caldo verde, acabadinho de fazer para reconfortar o estômago.

Arraial de Santo António – Alvalade
O ambiente tranquilo deste bairro faz desta festa de Lisboa o arraial da família por excelência ou não estivesse uma actuação do Avô Cantigas prevista para dia 10 de junho às 18h30. De 7 a 16 de junho, no Estádio 1.º de Maio, muita música e cozinha tradicional portuguesa compõem o ramalhete para os convivas, tendo o cartaz sido pensado para agradar a todos, incluindo funk, jazz e fado. Os concertos acontecem às 21h30.

Arraial da Vila Berta
Fica na Graça e este ano teve remodelações nas fachadas de azulejos, trazendo ainda mais vaidade a este arraial, que começou em 2010, pela mão dos vizinhos que resolveram comemorar o centenário da vila. O rei da música popular portuguesa, Toy, atua neste arraial no dia 14, vaticinando-se rimas bem divertidas. O programa inclui ainda Fado Vadio e, no dia 10, pelas 16h, um arraial infantil.

Arraial d’A Voz do Operário
A freguesia é uma, São Vicente, mas podemos dar um “pezinho de dança” no Centro de Cultura Popular de Santa Engrácia (Calçada dos Barbadinhos) ou na mítica Voz do Operário. O “Arraial do Beco” fica mesmo ao lado do edifício da Voz do Operário e ganhou fama. Tem música com fartura, ao vivo e música ambiente. Nos dias 15, 21 e 29 há espectáculos de fado.

Arraial Renovar a Mouraria
Este é o arraial, que se apresenta como "o mais amigo do ambiente e multicultural". Dá pelo nome de "Arraial Composto" e segue o mote "Chega o Arraial Composto. Porque ainda queremos ter Planeta em Agosto!" Música, tradição e criatividade no Largo da Rosa, das 18h00 às 2h00. Nos concertos, a partir das 20h00, nomes como os "Sardinha também é Peixe", "Os Compotas" ou os "Telefonia". Aos sábados a sardinha é substituída pelo carapau em nome da biodiversidade.

Arraial Lisboa Pride
Acontece no dia 22 de junho, das 16h00 às 4h00, no Terreiro do Paço, e é a mais participada e a mais colorida festa de Lisboa, tendo contado com mais de 70.000 visitantes na edição de 2018. O convite da organização é literalmente endereçado ao mundo e mais alguns. Todos aqueles que aparecerem podem ouvir Rosa y Tigra e Lava Gull; Mariño & Kiko; Cumbadélica; Da Chick e a “especial” Beatriz Gosta, por exemplo.

Este artigo foi originalmente publicado na edição do Expresso Diário de dia 6 de junho de 2019.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!