Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio Verde: Gastronomia açoriana como nunca a viu no Festival Geo Food

  • 333

Sopa de cenoura e chocolate? Uma sobremesa de feijão, nêspera e bolo Lêvedo? A diversidade geográfica e cultural das ilhas dos Açores mostra-se, no próximo fim de semana, sob uma ótica singular. Entre os dias 7 e 9 de junho, através da gastronomia vai ser possível desvendar as muitas nuances diferenciadoras deste território provando alguns dos seus ingredientes mais emblemáticos.

Organizado pelo Geoparque Açores, o festival gastronómico quer conferir novos sabores a ingredientes tradicionais. O objetivo do Geo Food consiste na apresentação de opções que refletem novos sabor e experiências gastronómicas, a partir de produtos locais, apresentados nos menus dos restaurantes aderentes. A ementas devem refletir a identidade da região, sem esquecer a criatividade.

São cinco os restaurantes aderentes à iniciativa. O restaurante Cerca dos Frades (Rua João Bento de Lima, 5, São Roque do Pico. Tel. 292642170) serve Sumo natural Poço dos Caranguejos (laranja, morango e amora); Sopa picconia azorica (de cenoura e chocolate negro com beldroegas a vapor) e Tosta Prunus Azorica (de veja escalada com queijo do morro, morcela com ananás ou pasta de espinafres e queijo fresco), e Mousse furna vermelha (de chocolate branco ou negro com beterraba), por €9.

Em Ponta Delgada, O Baco (Rua João Francisco Cabral, 49 C, Ponta Delgada. Tel. 296209480) apresenta O Ravioli e o Atum dos Açores (€17) e, como sobremesa, Torta de ananás e sorbet de maracujá (€6). Já o restaurante TiXico (Rua Engenheiro José Cordeiro, 20, Ponta Delgada. Tel. 296704340) participa no festival com Bicuta do nosso mar, açafroa e ananás (€13) e O feijão, a nêspera e o bolo lêvedo (€4).



O Praya Restaurante (Largo Coronel da Silva Leal, 1. Tel. 292701037), na Praia do Almoxarife, serve Polvo da rocha pintado à moda dos Açores com batata-doce e Cheesecake Divina (menu a €20).

Em Velas, no restaurante do Clube Naval (Rua Conselheiro Dr. José Pereira, Velas. Tel. 295098091), as opções passam por um menu composto por Alcatra regional e pelo Arroz doce tradicional.

“Erupção de sabores aromas e experiências”
Durante o Festival GEO Food, o público pode votar nos seus pratos e sobremesas favoritos. O Melhor Prato Principal & A Melhor Sobremesa serão distinguidos nesta categoria, mas também é possível selecionar o melhor menu degustado, no seu conjunto.

Saiba mais detalhes na página de Facebook do Geoparque Açores ou no site.

Além da cozinha, e porque qualquer desculpa é boa para visitar o arquipélago, deixamos algumas sugestões para dormir e passear entre a exuberância da natureza.



Mergulhar na natureza
Mergulhar nas águas quentes e terapêuticas que sobem do centro da terra até à superfície, bem quentinhas, é uma experiência obrigatória para quem visita a região. Seja na Poça da Dona Beija, no Parque Terra Nostra ou na Caldeira Velha, local onde pode desfrutar ainda da natureza exuberante em estado quase selvagem, mergulhe nestas águas aquecidas pelos vulcões para uma experiência singular. Mais temperadas são as águas do Ilhéu de Vila Franca do Campo. A pouco mais de 1 km da costa, este é um local especial, que resulta da cratera de um antigo vulcão submerso. Por dentro há uma piscina natural sui generis. Por fora, as rochas oferecem uma vegetação endémica e peculiar. Para lá chegar, tem de apanhar uma embarcação que faz a ligação ao ilhéu a partir do cais de Tagarete. Em Vila Franca do Campo, prove os delíciosos pastéis que são ex-libris da terra.



Descansar no silêncio
Santa Bárbara Eco Beach Resort

É difícil decidir o que mais impressiona pela positiva neste hotel de 4 estrelas. Se a localização, sobranceira à Praia de Santa Bárbara, com o seu areal negro e as suas ondas convidativas, se é a piscina comum, aquecida e de água salgada, com vista para o azul do mar e o verde da serra, se é o conceito de sustentabilidade de todo o resort ou se é o “cantar trocista” das cagarras. São muitos os interesses do Santa Bárbara Eco Beach Resort - Chave de Prata pelo Guia Boa Cama Boa Mesa 2019 - , com o alojamento dividido em 14 villas (desde €160), sete em formato T1 e outras sete em T2. Recentemente aumentou a disponibilidade graças a quatro novas villas retreat e à construção de uma ala que acomoda 12 novos estúdios Blue & Green. Acessível dia e noite, há uma piscina infinita comum, de água salgada aquecida, a que se acede a partir de um pequeno terraço privativo. O resort conta também com um restaurante e um bar, junto à receção, onde se pode provar uma ementa que aposta nos produtos do mar, com um beach club e uma escola de surf. Estrada Regional 1, Morro de Baixo, Ribeira Grande. Tel. 296470360

Terra Nostra Garden Hotel
Criado há mais de 200 anos por Thomas Hickling, esse paraíso verde guarda fontes, estátuas, vales de cycas, uma alameda de gingko bilobas e também espécies endémicas – um tesouro pelo qual vale a pena despertar. Outra joia é o tanque termal, aberto durante toda a noite e perfeito para relaxar a qualquer momento... Pode também fazer ioga termal, dar passeios a pé e de bicicleta, fazer piqueniques no parque, assim como confecionar e degustar o próprio cozido das Furnas. O ar puro é um bálsamo que se deve apreciar com o devido tempo... O Terra Nostra Garden Hotel - Chave de Prata pelo Guia Boa Cama Boa Mesa 2019 - abriu em 1935 e teve sempre um papel importante na zona das Furnas. Em 2012 renovou-se, mas manteve o charme e o encanto de outrora, bem como os elementos da era Art Déco. A oferta deste alojamento compreende 86 quartos e suítes (desde €90), um bar com cocktails, onde são utilizadas aromáticas provenientes da horta biológica, o restaurante Terra Nostra Garden, piscina interior aquecida e um Spa com tratamentos à base de essências do parque. Rua Padre José Jacinto Botelho, 5, Furnas. Tel. 296549090

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!