Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio em Família: Com ou sem neve, há muito que fazer na Serra da Estrela

  • 333

Estância de Ski da Serra da Estrela

As previsões para hoje na Serra da Estrela apontam para uma forte queda de neve durante a tarde. Será sol de pouca dura, já que para o fim-de-semana regressa o sol e com ele temperaturas acima dos zero graus.
Com ou sem neve, a Serra da estrela é um daqueles passeios em família que nunca desilude - no limite, as estradas cortadas podem atrapalhar o plano de subir à Torre, mas esse não será, para já, o caso.

Para uns dias perfeitos em família, o destino óbvio, assim haja neve, é a Estância de Ski. A quase dois mil metros de altitude oferece as condições ideias para a prática de ski e snowboard, e mesmo para quem não percebe nada do assunto não faltam alternativas. As aulas de iniciação, por exemplo, podem ser individuais ou de grupo, até seis pessoas, e prometem durante uma hora ensinar os básicos para deslizar alguns metros em prancha ou em ski (a partir de €40 por pessoa). Há 18 pistas com diferentes graus de dificuldade, sendo a mais desafiante a preta, com 950 metros de comprimento.
Os não adeptos de desportos radicais têm sempre a possibilidade de aproveitar a viagem para conhecer algumas das maravilhas naturais do Parque da Serra da Estrela em passeios de raquetes que passam pelos maiores e mais bonitos charcos e lagos glaciares.

Então e se chegar lá acima e neve nem vê-la? Também há o que fazer. No Ski Parque, a cerca de 10 km de Manteigas, no cruzamento do Rio Zêzere, tem pistas sintéticas de Ski e Snowboard abertas todo o ano e aulas de iniciação adaptadas a todas idades que incluem um fim-de-semana intensivo de prática, com três aulas em dois dias e uma prova cronometrada no final para avaliar a perícia dos participantes (€50 por pessoa/mínimo de 6 pessoas).

Se a ideia é imergir numa experiência completa da Serra, os Chalés de Montanha, nas Penhas da Saúde, são ótima opção para passar a noite. Disponíveis também para estadias mais longas, os chalets de madeira rodeados de neve funcionam como uma casa de férias com as comodidades de um hotel (a partir de €140). A madeira, a decoração rústica, as lareiras e a vista deslumbrante - além do Dharma Spa by Brahmi - tornam-nos um refúgio de conforto (e quentinho) perante a inclemência do tempo lá fora.

Se é do grupo de pessoas que acha a neve muito linda mas lá longe, não tem de estar em cima do acontecimento para desfrutar do passeio. A Pousada da Serra da Estrela, também nas Penhas da Saúde, resulta da recuperação de um antigo sanatório e oferece 90 quartos charmosos desenhados pelo arquiteto Eduardo Souto Moura. Há uma piscina interior para se entreter e esquecer a neve.

Onde comer

Sem se afastar muito de “casa”, quando bater a hora de almoço desça até ao restaurante Varanda da Estrela, que pela localização, já deixa adivinhar boa comida regional a honrar os sabores da serra Em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, numa cabana de montanha, apresenta-se com ar rústico, onde uma lareira dá o aconchego esperado. Entretenha-se com uma tábua de queijos e enchidos, regionais, claro, e prove o arroz de zimbro. Costuma ainda ter Javali acompanhado com castanhas e cogumelos. Preço médio: €15.

Já na Covilhã, e com reserva antecipada, a Taberna A Laranjinha é de paragem obrigatória. Começou de forma modesta, mas hoje é uma referência graças à irreverência e modernidade com que apresenta produtos regionais. É ainda um espaço capaz de conquistar tanto os moradores como os turistas e ainda os estudantes mais à noite, graças à vertente de bar e de petiscos. Uma liderança exímia de Ricardo Ramos e uma equipa de sala e de cozinha constituída essencialmente por jovens cheios de garra zeram deste espaço um local incontornável. Prove as trutas de escabeche e os pastéis da Covilhã, que mostram bem que este é um espaço que irá continuar a dar que falar no país. Preço médio: €20.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!