Boa Mesa

Em nome de uma alimentação saudável, o novo restaurante Mediterra quer ser referência em Oeiras

Restaurante Mediterra

Inaugurado em plena pandemia, o restaurante de Nuno Queiroz Ribeiro é um elogio e um reconhecimento da importância da Dieta Mediterrânica, reforçada pelo nome escolhido: Mediterra. A vista panorâmica é mais do que um aperitivo.

Depois da formação em cozinha na Le Cordon Blue London, em Terras de Sua Majestade, concluída há cerca de duas décadas, Nuno Queiroz Ribeiro decidiu aprofundar o conhecimento em cozinha vegetariana e vegana que acabou por servir de base para a criação do seu primeiro restaurante fora de portas, o O-Live, em Beirute, a capital do Líbano. Foram também estes os pressupostos e a essência do Mediterra, instalado, desde 16 de outubro de 2020, no 4.º piso do Edifício Núcleo Central do Taguspark, em Porto Salvo, no concelho de Oeiras.

“O objetivo é transpor para a carta as minhas crenças. Isto é, comida saudável e com sabor, com base em três premissas: sem açúcar refinado, sem sal refinado e sem gorduras trangénicas”, explica o chef Nuno Queiroz Ribeiro. A geleia de arroz ou as tâmaras, o sal grosso iodado e o azeite são os ingredientes que substituem, respetivamente, os três produtos na cozinha do Mediterra. Nos risottos, por exemplo, é utilizada uma “manteiga” de azeite, em que este é emulsionado e vai ao frio. Além disso, “tento trabalhar o máximo possível com legumes e vegetais locais” provenientes da Lourinhã.

A forte aposta nos produtos hortícolas é visível na carta do Mediterra. Cada prato, desde as entradas às sobremesas, é acompanhado por uma frase descritiva em que o chef manifesta o cuidado inerente à confeção de cada um. É o caso do Creme de camarão (€4,50), em que a clássica bisque é feita sem farinha, o Crocante de legumes com maionese vegana (€6), em que o polme não é frito em óleo, as Puntinilhas salteadas em azeite de alho e coentros (€6,50) ou os Camarões Kattaiffi (€8), marinados, temperados e envolvidos em fios de massa Kattaiffi. É de destacar, ainda, o Mezze Libanês (€6), influências trazidas de Beirute, constituído por queijo halloumi, húmus e babaganoush, sendo os dois últimos ótimos para barrar no pão feito, todos os dias, por Nuno Queiroz Ribeiro, na cozinha do seu Mediterra Restaurante.

Prossiga a refeição com o Bacalhau cremoso com esmagada de grão em cama de espinafres e espuma de coentros (€13,50), ainda que o O nosso polvo (€16,50), se assuma como um dos pratos mais cobiçados, assim como o Bacalhau com broa de coentros (€15), numa lista de seis sugestões alinhadas com a filosofia do chef.

Restaurante Mediterra

A mesma linha de pensamento é notória nas três propostas de carne: Peito de Frango grelhado, marinado com especiarias (€13,50); Lombinho de porco preto cozinhado em duas temperaturas marinado com mel e salva (€14); e Bife de vitela DOP (€16,50) grelhado apenas com sal grosso. É de referir que os pratos são acompanhados por legumes e vegetais do cabaz biológico semanal do restaurante. Em alternativa, opte por uma das quatro saladas disponíveis, como a Salada libanesa Fatoush (€11) ou a Salada de pera Rocha com mousse de Gorgonzolla com frutos secos sobre folhas crocantes (€13).

Restaurante Mediterra

Já as sobremesas são um mundo de descobertas sem fim! Das oito inscritas na carta, a escolha pode recair na Mousse de café (€4), no Bolo de chocolate negro com pimenta rosa (€4) ou na Panna cotta vegan com frutos vermelhos (€4,50).

É de espreitar o “Menu Alternativo” (€12,50), composto por prato principal – entre as várias sugestões de peixes, carnes, pratos vegetarianos e saladas –, bebida e café. Pondere, ainda, o “Menu Executivo” (€19,50), com couvert, entrada, prato principal e sobremesa, a escolher entre os muitos pratos da carta principal.

O Mediterra (Núcleo Central, 100, Taguspark, Porto Salvo. Tel. 938394820), restaurante espaçoso e confortável, funciona de segunda a sexta-feira, das 12h00 às 16h00, e oferece uma vista singular para o rio Tejo a desfrutar, sobretudo na agradável esplanada, nos dias soalheiros.

Mediterra

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!