Boa Mesa

PortoBay cria Academia Gastronómica e expande conceitos Bistrô e Il Basilico

Academia Porto Bay
Henrique Seruca

Liderada pelo chef Benoît Sinthon, do Il Gallo d'Oro, esta formação interna junta os chefs do grupo PortoBay. Vai resultar na mudança de nome e readaptação dos menus dos restaurantes em Lisboa, Porto e Albufeira

De um lado, os sabores da cozinha toscana, “uma das mais saudáveis e aprazíveis de Itália”, servidos no restaurante Il Basilico do Hotel Porto Mare, no Funchal. Do outro, a fusão entre o bistrô e a alta gastronomia com base nas estações e produtos locais, de que são exemplos o Avista, do Les Suites at The Cliff Bay, no Funchal, e o Bistrô4, do Hotel PortoBay Liberdade, em Lisboa. Cada um ao seu estilo, são conceitos gastronómicos “elogiados pelos hóspedes” e bem aceites pelas comunidades locais. O grupo PortoBay vai agora exportá-los para os seus restaurantes a nível nacional.

“Sentimos que era o momento de criarmos duas sub-marcas PortoBay: Bistrô e Il Basilico. Queremos manter a associação de cada estabelecimento a uma sub-marca que é efetivamente campeã dentro do grupo”, comenta ao Boa Cama Boa Mesa António Trindade, presidente e CEO do grupo PortoBay. Para isso acontecer, foi criada a Academia Gastronómica, uma formação interna com consultoria de Benoît Sinthon, o chef executivo do restaurante Il Gallo d'Oro, do hotel The Cliff Bay, distinguido com um Garfo de Prata pelo Guia Boa Cama Boa Mesa em 2020. Os diferentes chefs reuniram-se na horta do grupo, no Funchal, e nos restaurantes Avista e Il Basilico, para partilharem conhecimentos, técnicas e experiências, e criarem novos menus. Em março, serviram-se almoços exclusivos com pratos especiais assinados pelos chefs, no âmbito da iniciativa “Chefs Get Together”.

Academia Porto Bay
Henrique Seruca

Acarinhada pela comunidade funchalense, a abordagem do Il Basilico (prove o risotto Mare e Monti, um clássico com trufa negra) vai agora ser aplicada aos restaurantes Trato32, do PortoBay Marquês (Lisboa), Falésia, do Hotel PortoBay Falésia (Albufeira e já com histórico nesta linha) e Palco, do PortoBay Hotel Teatro (Porto). Este, vai reabrir com mais novidades: “Quando comprámos o Hotel Teatro, ele tinha um restaurante interior e pretendia ser muita coisa que efetivamente não era. Alterámos o próprio conceito interior, criámos um acesso direto do restaurante para a Rua de Sá da Bandeira e com o conceito do Il Basilico, numa lógica descomplexada: poder ir a um restaurante tomar um copo antes da refeição, estar no balcão, ter estes ambientes pré-refeição.”, refere António Trindade.

Estes restaurantes passam a chamar-se Il Basilico e 75% das suas ementas serão iguais, podendo incluir, por exemplo, um risotto à milanesa com opção de o cliente comer com camarão selvagem ou carabineiro, e ainda massa recheada, pannacotta, o tiramisú ou uma torta caprese de chocolate. Os restantes 25% serão deixados ao cuidado “da criatividade do chef de cada região”, para lhes dar “também alguma autonomia”, explica Benoît Sinthon.

Academia Porto Bay
Henrique Seruca

Ao nível da bistronomia, o Bistrô4, em Lisboa, “já funciona bem desde 2014”, e juntou-se-lhe, entretanto, o Avista, que se veio a posicionar “entre um Il Galo d'Oro e um Il Basílico”. O Bistrô Flores, do Hotel PortoBay Flores, no Porto, vai também ter “um cheirinho” desses dois espaços. Nesta vertente, metade da carta também é transversal, mas o cliente vai encontrar pratos de assinatura dos chefs de outros bistrôs, salvaguardando as especificidades de cada região.

O facto de muitos chefs já se conhecerem há anos, facilitou o trabalho conjunto. “Acho que foi muito bem aceite e está a correr muito bem. Estou a sentir uma grande motivação e prazer de partilhar a experiência, com toda a humildade que cada um tem de ter para partilhar o melhor”, remata Benoît.

O Boa Cama Boa Mesa viajou a convite da APM – Associação de Promoção da Madeira

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!