Boa Mesa

Aldeias Históricas de Portugal preparam Carta Gastronómica, com “Receitas que Contam Histórias”

Aldeias Históricas de Portugal

Recuperar o receituário de outrora, os produtos e a forma de os confecionar é o objetivo de um projeto que pretende recuperar “o extraordinário legado gastronómico do território”. Os vinhos integram o segundo capítulo.

Durante três meses, muitos dos residentes das Aldeias Históricas de Portugal (na sua maioria anciãos) foram entrevistados, com vista à recolha detalhada dos saberes, receitas, métodos de confeção, especificidades, tradições e produtos endógenos existentes ou que até se tenham “perdido” no tempo. O grande objetivo é criar uma Carta Gastronómica das Aldeias Históricas de Portugal.

Agora, é tempo de pôr em prática todos os depoimentos recolhidos e recriar as receitas ancestrais que, depois, serão harmonizadas com vinhos da região. Esta fase está a decorrer atualmente, na Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra (EHTC), através de uma parceria com a Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior.

Aldeias Históricas de Portugal

Com a iniciativa “Receitas que Contam Histórias” pretende-se tornar as 12 Aldeias Históricas numa região turística ainda mais atrativa, graças à utilização e divulgação da cultura gastronómica por parte dos agentes económicos do setor da restauração e da hotelaria, mas também da população. Para além, claro está, e não menos importante, de perpetuar este património imaterial, classificado como “o extraordinário legado gastronómico do território”. Explique-se que este projeto vai ao encontro da “Estratégia Farm to Fork”, que está no cerne do Pacto Ecológico Europeu, e que tem como objetivo tornar os sistemas alimentares justos, saudáveis e ecológicos.

Além do desenvolvimento do receituário antigo, a escola de hotelaria é também responsável pela realização de workshops e sessões de formação para os agentes privados do sector da hotelaria e restauração do território das Aldeias Históricas, que é constituído por Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso.

Aldeias Históricas de Portugal

De acordo com António Robalo, Presidente da Associação das Aldeias Históricas de Portugal, “este projeto é extraordinariamente importante para a consolidação do território como destino turístico sustentável de qualidade, associado a experiências turísticas diferenciadoras e inovadoras, assentes na valorização dos recursos naturais e culturais, com capacidade para criar valor e potenciar o ‘saber-fazer’ do capital humano local”.

companhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!