Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Quinta do Gradil: Menu de Natal celebra união entre vinhos e gastronomia

Luis Cardoso

Propriedade vitivinícola localizada entre Vilar e Martim Joanes, no concelho do Cadaval, a Quinta do Gradil, inserida na região dos Vinhos de Lisboa, é um verdadeiro miradouro para a beleza ímpar da Serra de Montejunto. O mesmo cenário bucólico, a par do palacete amarelo oitocentista recentemente recuperado, é partilhado através das janelas do restaurante, onde o chefe Daniel Sequeira já tem em mãos o "Menu de Natal". Ana Constantino é a responsável pela selecção vínica servida na Quinta do Gradil.

Instalado na antiga destilaria desta quinta herdada, no século XIX, por D. Maria do Carmo Romeiro da Fonseca, o Restaurante Quinta do Gradil é designado de “recanto gastronómico”. A procura deste espaço é protagonizada por enófilos, ou não fosse o vinho o fio condutor entre a vinha e a cozinha, mas não se esgota neste objetivo. Afinal, o chefe Daniel Sequeira está mais requintado na escolha do produto sem deixar, porém, a tónica na matéria-prima local e regional.

Vejamos. O Quinta do Gradil Espumante Bruto 2014, feito a partir das castas brancas Chardonnay e Arinto, foi escolhidos para abrir o "Menu de Natal". Na mesa estão a Sacola de pão regional, o azeite e as manteigas de cabra e a que é feita com a casta tinta Alicante Bouschet. Além do pão da Vermelha, freguesia do concelho do Cadaval, conte ainda com pão confecionado com o trigo barbela do senhor João Vieira, conhecido como o “defensor” dos cereais “antigos”, e que é cozido no restaurante pela equipa de cozinha.

O ritual gastronómico prossegue com as boas-vindas do chefe: Queijo com mel e amêndoa torrada. O primeiro é de Afonso Henriques, que pôs a aldeia de Maçussa, concelho da Azambuja, no mapa dos amantes de queijos; o segundo é produzido na Quinta do Gradil. Evidência Reserva branco Encruzado 2018, do Grupo Parras – ao qual pertence a Quinta do Gradil –, proveniente da Região Demarcada do Dão é o vinho escolhido para esta etapa do "Menu de Natal".

Para a entrada, Daniel Sequeira escolheu o Creme de lavagante. O crustáceo é acompanhado por Quinta do Gradil branco Alvarinho 2018, ano da estreia desta referência vínica no portefólio desta propriedade vitivinícola.

Bacalhau a 60° em creme de batata assada perfumado com trufa e tomate confitado é o prato de peixe deste menu especial. A harmonização é feita com Quinta do Gradil Reserva branco 2017, produzido a partir das variedades de uva branca Chardonnay e Arinto. Na carne, as atenções centram-se no Lombinho de javali, maçã de Alcobaça, castanhas e couve salteada a combinar com Quinta do Gradil tinto Tannat 2016.

Chegada a hora da sobremesa, o chefe Daniel Sequeira escolheu o Pudim dos monges com merengue e romã, o qual foi inspirado no Pudim dos monges de Alcobaça. Ana Constantino escolheu Maria do Carmo Espumante Bruto 2015, um blanc de noir feito a partir da casta tinta Touriga Nacional.

O "Menu de Natal" está disponível nas versões sem harmonização (€40), com vinhos Quinta do Gradil (€55) e pairing completo (€60) no Restaurante Quinta do Gradil (EN 115, Vilar, Cadaval. Tel. 914909216) de quarta a segunda-feira, ao almoço, das 12h30 às 16h00, e sexta-feira e sábado, ao jantar, das 19h30 às 23h00.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!