Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

É um Restaurante: o projeto gastronómico que é um exemplo para a sociedade

  • 333

Acaba de abrir portas o É um Restaurante, em pleno coração de Lisboa. Mais que uma simples sala de refeições, esta é uma grande aposta da associação Crescer - com o apoio da SIC Esperança - na oportunidade de trabalho para os mais necessitados. Por isso, no É um Restaurante todos os empregados são sem-abrigo, à procura de novas oportunidades de vida. O restaurante serve apenas jantares, de terça-feira a sábado. O chefe Nuno Bergonse desenvolveu o conceito gastronómico e, como tal, tonou-se no padrinho da causa.

Entre as propostas gastronómicas que pode encontrar no É um Restaurante (Rua de São José, 56, Lisboa. Tel. 215968325), destacam-se, nas entradas para partolhar, sopa de castanhas e funcho com marmelada (€4,50), rissol de berbigão e salicórnia (€5), peixinhos da horta com molho tártaro (€5,50) e, ainda, tiborna com escabeche de pato e uvas tintas (€7).

Entre os pratos principais, que também servem para partilhar - porque comida de conforto e de partilha é o lema do espaço -, pode saborear alguma opções diferentes e sugestivas, como bochechas de porco preto com farofinha e aipo (€9), peixe de mercado crocante com açorda de tomate e algas (€ 9,50), pica pau de polvo com batata doce e coração de alface (€9,50), abóbora assada com queijo de cabra, cevada e avelãs (€6,50) e ervilhas com porco bísaro e ovo escalfado (€7,50), entre outros.

Finalmente, a gulosa carta de sobremesas é constituída por pudim de azeite e mel com sorvete de tangerina (€4), rabanada com caramelo e gelado de cardamomo (€4) e a sempre consensual mousse de chocolate (€3).

A conceção do restaurante, casual fine dining, é, como já referimos, comida de conforto e de partilha, mas com alguma sofisticação e enquadrada na vida da cidade onde se encontra. O espaço é simples e acolhedor, na decoração predominam as cores claras, que são quebradas com um grande painel de azulejos onde contrastam as cores laranja e verde.

O chef Nuno Bergonse foi fundador do restaurante Pedro e o Lobo e, mais tarde, envolveu-se no projeto Marhaba, na Casa Independente, também este destinado a integrar refugiados, vindos de países como a Síria.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!