Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Na rota da sardinha assada: 10 restaurantes de norte a sul

  • 333

Picasa

Há quem diga que a melhor é a mais pequenina, há quem goste dela gordinha. De uma forma ou de outra, é o prato mais típico do tempo quente, feita na grelha e a deixar o seu aroma pela rua. De norte a sul de Portugal, conheça alguns dos locais favoritos para saborear a rainha do verão.

Casa da Maré
Recomenda-se a localização, mesmo em frente à Ria do Alvor, sendo a esplanada o local perfeito para provar a sardinha. Pequena e gorda, é grelhada por mão experiente e servida com batata cozida e salada à algarvia sobre uma fatia de pão fresco. Cada dose tem meia dúzia de sardinhas, havendo outras especialidades na carta, recomendando-se sempre o que for do mar. Na Casa da Maré (Largo da Ribeira, 10, Alvor. Tel. 282457837) são especialistas em grelhados mas orgulham-se ainda de servir excelentes cataplanas. Mesmo nos dias de verão o serviço é rápido e competente. Aproveite para ver o sol desaparecer no horizonte na companhia de uma sangria. Preço médio: €20.

Ú Venâncio
Começou como uma tasca de bifanas, junto à zona de descarga do peixe. Ao ver chegar o pescado, Ú Venâncio (Zona Ribeirinha Entre-Pontes, 4, Portimão. Tel. 282423379)decidiu juntar um grelhador ao negócio e o resto é história. Já lá vão mais de 70 anos a virar sardinhas. Preço médio: 15 euros.

Sueste
A sala do Sueste (Rua da Ribeira, 91, Lagoa. Tel. 282461592), envidraçada, deixa entrar o rio e a vista de Portimão. Espere encontrar, consoante a disponibilidade e a sorte dos pescadores, besugo, pargo ou robalo, e, na altura delas, aquelas que podem ser consideradas as melhores sardinhas assadas da região. Preço médio: €20.

Isaías
Vá com tempo, uma vez que nos dias mais quentes a fila pode dar a volta ao quarteirão. Uma verdadeira tasca, no centro de Sesimbra, no Isaías (Rua Coronel Barreto, 2, Sesimbra. Tel. 914574373) as sardinhas são tratadas com dedicação. Pitoresca, tem mesas corridas que obrigam ao convívio com quem se sentar logo ao lado. Preço médio: €15.

Batareu
Se conseguir, opte por ficar na esplanada do Batareu (Rua das Fontainhas, 64, Setúbal. Tel. 265234548) a ver o Sado e a azáfama da grelha. Facilmente se percebe que no verão as sardinhas rivalizam com o choco, o símbolo gastronómico da região. Vale a pena esperar por uma dose de sardinhas e pedir mais uma fatia de pão. Preço médio: €15.

Restaurante Caçarola Dois
Em frente ao casino, não deixe que o ar moderno da sala do Caçarola Dois (Rua Bernardo Lopes 85, Figueira da Foz. Tel. 233426930), remodelada recentemente, o deixe intimidar. Anos seguidos fazem que na cozinha haja mão experiente a assar as sardinhas que a cidade tanto gosta, ao ponto de lhe fazerem um festival anual. Preço médio: €20.

Tasca do Gordo
Uma das últimas tascas tradicionais da região de Lisboa, com toalhas de papel e muitos cachecóis de desporto espalhados pelas paredes a fazerem a decoração. A Tasca do Gordo
(Rua Cordoeiros a Pedrouços, 33, Lisboa. Tel. 213012184) é um local discreto, esconde quatro salas, duas ao ar livre, onde se sente o cheiro da sardinha acabada de assar. Preço médio: €20.

S. Valentim
Perto da Lota de Matosinhos, é impossível ao S. Valentim (Rua Heróis de França 335, Matosinhos. Tel. 229379204) passar despercebido, uma vez que o grelhador na rua dá sinal de atividade e o perfume da sardinha assada estende-se pelas redondezas. A dose tem sempre uma dúzia tornando-as perfeitas para partilhar com amigos. Preço médio: €20.



Restaurante o Cangalho
A decoração é descontraída, num espaço pequeno, mas cheio de tradição. O Restaurante o Cangalho (Rua do Cais das Lavandeiras 28, Vila do Conde. Tel. 912835769) fica perto do rio e tem uma pequena esplanada onde deve aproveitar os dias de maior calor. A brasa sempre controlada garante uma das melhores sardinhas da região. Preço médio: €20.

Estrela do Mar
A descrição do espaço pode muito bem ser a junção de tradicional, familiar e simples. Há, na cozinha do Estrela do Mar (R. Dr. Caetano de Oliveira 144, 4490-471 Póvoa de Varzim. Tel. 252684975), a preocupação de valorizar o produto, razão pela qual, nesta altura, a sardinha é a estrela da carta, sendo que se fica bem servido com qualquer outra proposta de mar. Preço médio: €20.

Este artigo foi publicado na edição do Expresso de dia 17 de agosto.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!