Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Galeria do Largo: Frescura e intensidade definem carta de primavera

  • 333

Comprometida com os sabores portugueses mas também com as exigências dos muitos turistas que visitam o espaço, a carta do restaurante Galeria do Largo anda lá e cá, entre os sabores lusos mais intensos e os prazeres leves da cozinha internacional.

Na conversa que se desenrola ao mesmo tempo que desfilam os pratos da nova estação nesta Galeria, Itália vem naturalmente à conversa. É que parece evidente a influência deste país no novo menu concebido por Manuel Ferreira. Mas curiosamente, mais do que a recente viagem do chefe ao país, é a mudança ocorrida já em 2019, que culminou numa renovação da equipa de cozinha e sala, a responsável por uma nova fase do restaurante do A.S. 1829 Hotel.

Mantém-se a ligação umbilical à terra, seja no que respeita aos ingredientes como a formas de os confeccionar, de onde vem a intensidade, mas nesta primavera é a frescura, baseada nos ingredientes da estação conjugados com citrinos e verdes, que se destaca. Há uma forte presença italiana na carta servida desde 19 de maio, apanágio da cozinha internacional que também ocupa lugar de destaque, ou não fosse este um espaço muito procurado por estrangeiros.

Ao ar livre
Nesta época, é a esplanada que goza de todo o protagonismo, convenientemente instalada no animado Largo de São Domingos. O agradável espaço, estrategicamente localizado no final de uma das mais emblemáticas e movimentadas ruas da cidade, rosto do novo Porto que se agita à medida que chega a estação quente, convida a almoçar, jantar, ou petiscar durante toda a tarde.

Petiscos como Batata Brava com molho César (€3,50); Moelas estufadas (€4,50); Bolinhos de bacalhau com aioli fumado e salsa (€5) ou Hot wings com molho de iogurte e Yuzu (€5) são propostas para acompanhar um momento de preguiça na esplanada ou na sala, bem acompanhadas por um copo de vinho ou um cocktail.

Uma das novidades, disponível para saborear à tarde ou após a refeição é uma montra de queijos com seis referências (duas estrangeiras) de queijos, que podem ser escolhidos numa seleção de 2 (€10), 4 (€14) ou 6 (€18), à escolha entre Chèvre Moinhos, Comté, Ovelha curado/amanteigado, Vinho Alvarinho e pimentão, São Jorge e Blue Stilton.

Frescura intensa
Para além dos petiscos, a carta é marcada pela frescura, dourando ingredientes tradicionais com novas roupagens e espreitando pratos da cozinha internacional. Burrata com pesto de rúcula, seleção de tomate do mercado, pinhão torrado, chicória e tosta caseira (€9,50); Magret de pato em cura caseira e ligeiramente fumado, chutney de meloa com Vinho do Porto, salada de maçã, funcho e sementes de mostarda em conserva (€10); Cavala braseada, dashi, melancia, aioli de sésamo preto, gelado de matcha e crocante de arroz (€11) são estrelas nas entradas, também servidas como pequenos pratos destinados a partilhar.

Nos peixes, o Naco de pescada em aromas cítricos, caldoso de fregola com bivalves, tomate e poejo (€17,50); o inevitável Bacalhau confitado em Vinho do Porto sobre cremoso de chícharo, chalotas em pickles, couve portuguesa, gema BT e crumble de broa (€19,50) e o Caranguejo de casca mole em tempura sobre alface-do-mar e risotto de cevada com bisque de camarão e espumante (€22) destacam-se na “Galeria dos Peixes”, enquanto nas carnes o mais requisitado é o Surf and turf (novilho e camarão), batata nova trufada, espinafres salteados, cenoura baby e jus de carne (€26); o Javali macerado com Vinho Tinto do Douro, mousseline de raiz de salsa, trigo sarraceno e molho de groselhas - sem glúten (€18,50); Manta de porco em cozedura de 24 horas, ervilhas, cogumelos, milhos fritos e molho de porco (€16).

Nas opções vegetarianas, a Galeria do Largo (Largo São Domingos, 45, Porto. Tel. 223402742) a Cevadinha com espinafres, cogumelos e emulsão de citronela (€15) e Linguini primaveril com pesto verde e parmesão (€16) são os mais verdes da carta.

Se tiver sorte, encontra, em qualquer uma das secções - ou melhor, das “galerias”, uma “edição limitada”: a oportunidade de experimentar uma entrada, prato ou sobremesa exclusiva, a partir de um ingrediente especial encontrado no mercado, e com o qual não são feitas mais de cinco doses. No dia em que visitámos o espaço, dominavam a cereja e a canela, numa conjugação feliz em várias texturas.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!