Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Prove Portugal: sete chefes portugueses vão cozinhar no Brasil

  • 333

O Brasil descobre Portugal à mesa. Uma verdadeira armada de cozinheiros e produtos portugueses vai desembarcar em terras de Vera Cruz. Durante os meses de maio e junho, sete chefes portugueses mudam-se de tachos e temperos para três cidades brasileiras, onde vão partilhar a cozinha com outros tantos chefes consagrados do Brasil. Cada um leva na mala uma entrada, um prato principal e uma sobremesa que, juntamente com iguais propostas dos chefes anfitriões vão dar origem a um menu especial que ficará disponível durante uma semana. A iniciativa chama-se “Prove Portugal” e o primeiro jantar é já dia 7 de maio em São Paulo.



A primeira chefe nacional a chegar ao festival “Prove Portugal” é Justa Nobre. Vai ao restaurante Micaela, no Jardim Paulista em São Paulo. É apresentada como nascida em Trás-os-Montes, no norte de Portugal, e como responsável pelos restaurantes lisboetas O Nobre e À Justa, onde homenageia a região onde nasceu. Vai partilhar a cozinha com o chefe Fábio Vieira, e cozinhar peixe com cuscos transmontanos e camarão. O anfitrião vai usar o mesmo produto num arroz com mariscos ao tucupi e barriga de porco caramelada.



No dia 16 de maio é a vez de Tiago Bonito cozinhar no âmbito do festival “Prove Portugal”. O chefe da Casa da Calçada, em Amarante, Garfo de Prata em 2019 pelo Guia Boa Cama Boa Mesa que já estagiou no que já estagiou no D.O.M., de Alex Atala, considerado o 6º melhor restaurante do mundo e o melhor da América do Sul, na lista World’s 50 Best Restaurants, partilha a cozinha com Valdir Oliveira, no restaurante Cantaloup, em São Paulo. Tiago Bonito vai cozinhar salmonete, xerém de bivalves, courgette e champanhe.

A chefe Noélia, do restaurante a que dá o nome, Garfo de Prata em 2019 pelo Guia Boa Cama Boa Mesa vai cozinhar no restaurante paulista do chefe Vítor Sobral. Em São Paulo a cozinha da Tasca da Esquina é liderada pelo também português Luis Espadana. Noélia vai levar uma sopa rica de peixe, uma tranche de robalo no forno com arroz de limão e uma tarte de alfarroba. No restaurante Charco, em São Paulo, Diogo Rocha do Mesa de Lemos, Garfo de Ouro em 2019 pelo Boa Cama Boa Mesa, vai fazer dupla com o chefe Tuca Mezzomo. A ementa do chefe português passa por uma entrada de bacalhau, por cabrito como prato principal e pudim de queijo da serra com tangerina e avelãs de Viseu como sobremesa.



Ana Moura
, a chefe do recentemente inaugurado restaurante Bacalhoaria Moderna vai cozinhar ao Satú, também em São Paulo, dia 4 de junho. A proposta é uma celebração do Alentejo, ao lado do chefe Flavio Miyamura. A entrada será de legumes, o ensopado de Borrego o prato principal e a torta de laranja o ponto final à refeição. Já Marco Gomes, do portuense Oficina, vai visitar o restaurante Coz em São Paulo, cozinhando ao lado do chefe Dalton Rangel. Espera-se que seja servido bolo do caco com tomate e ovo e a vieira com milho e batata-doce. Dalton Rangel vai servir polvo grelhado com espuma de batata. O premiado Miguel Laffan, agora no novo restaurante Miguel Laffat at Atlântico irá cozinhar dia 18 de junho no Jiquitaia. A ementa inclui bacalhau confitado com xerém. O chefe da casa, Marcelo Corrêa Bastos vai confecionar bochechas de porco à alentejana.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!