Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Afinem-se as receitas, a Revolta do Bacalhau está de regresso!

  • 333

Jorge Simão

Liguem-se os fogões. Afiem-se as facas e apure-se o palato. O concurso que pretende escolher os melhores pratos de bacalhau está de volta. A edição número 15 da Revolta do Bacalhau já foi iniciada. Vai ter três concursos em simultâneo: Receitas de Cozinheiros Profissionais, Receitas de Estudantes e Receitas de Restaurantes. Todas, claro, com bacalhau, afinal de contas, um dos pratos preferidos dos portugueses. Este ano, os restaurantes podem inscrever-se em três categorias distintas: Inovação/Criatividade, Tradicional ou Casual.

As datas de inscrição e o regulamento da edição 15 da Revolta do Bacalhau podem ser consultados aqui, e para além do concurso de receitas, há showcooking nas lojas Recheio por todo o país, com o Bacalhau da Noruega como protagonista e onde alguns dos melhores chefes portugueses vão mostrar novas maneiras de cozinhar este icónico ingrediente da gastronomia portuguesa. Os alunos das escolas de hotelaria e turismo são convidados a participarem nestas Master Classes.



Para participar na edição 15 da Revolta do Bacalhau, cada concorrente envia uma receita que tenha o Bacalhau da Noruega como ingrediente principal. O Júri seleciona as 6 melhores receitas, das categorias de Profissionais e Estudantes que vão a uma semifinal numa escola de hotelaria e de onde saem três finalistas Profissionais e um vencedor Estudante. Na final, que consiste na confeção de um jantar para cerca de 150 pessoas, é apurado o vencedor da Categoria Profissionais e comunicado o vencedor da categoria Estudante.



Quanto ao concurso dos restaurantes, os 30 com melhor avaliação das receitas recebem a visita do júri para provar o prato confecionando nas instalações do concorrente. A final nacional e a entrega de prémios serão em Dezembro. Fazem parte do Júri o chefe Hélio Loureiro que preside desde a primeira edição. Pelo papel de avaliador já passaram chefes de cozinha conceituados como Vítor Sobral, Vítor Matos, Leonel Pereira, Chefe Cordeiro, Vítor Esteves, Orlando Esteves, Nuno Diniz, Alexandre Silva, João Rodrigues, Ricardo Costa e António Nobre.

A Revolta do Bacalhau é uma competição criada pelo Recheio e pelo NSC - Conselho Norueguês dos Produtos do Mar, e tem por principal objetivo perpetuar a tradição gastronómica portuguesa associada ao Bacalhau, desafiando à inovação ancorada na história e tradição.

Na edição de 2018 o vencedor da categoria “Profissionais” foi Luís Moleiro, do Altis Belém Hotel & Spa. O 2º lugar foi atribuído a João Matos, do Hotel Ritz Four Seasons e a 3ª posição a Francisco Miranda, do Vinum Restaurante & Wine Bar. Os restaurantes Bacalhau e Afins, o Café Central e a Casa do Provedor foram galardoados com “Ouro”, bem como o Fiado, o Granada, O Brasão, O Buke, o Palatium, a Quinta do Gradil, o Salpoente e a Taberna Laura.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!