Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Na Cozinha da Mouraria come-se e bebe-se como na Idade Média

  • 333

Cozinha Popular da Mouraria

No Domingo, 10 de março, na Cozinha Popular da Mouraria, a multipremiada bartender, Constança Cordeiro (Bar Toca da Raposa), e o chefe Manuel Liebaut (Restaurante Loco) juntam-se para preparar o evento “À Mesa com Todos”, um repasto, que procura recriar uma refeição da Idade Média.

A mixologista inspirou-se no livro de cozinha do excêntrico Apício, gastrónomo romano do século I, suposto escritor do livro “De re coquinaria”, fonte para se conhecer a cozinha do mundo romano, e que viveu durante os reinados dos Imperadores Augusto e Tibério. Explica que “apesar de Apício não ser da Idade Média, as receitas muito antigas serviram de inspiração”, assim como “imagens e filmes como o Robin dos Bosques, por exemplo”.

“Na Idade Média, as bebidas eram muito simples - vinho, hidromel, cerveja e espirituosas e, por isso, preparei hidromel de flores e cerveja, tepache de aneto, vinho de amora e brandy de ameixa”, revela ainda Constança Cordeiro. O tepache é uma bebida popular feita com ananás levemente fermentado, especiarias, açúcar e cerveja. É refrescante e complexo. E prossegue, salientando que “tanto eu como o Manuel somos simples nas apresentações e damos prioridade às riquezas naturais dos produtos”.

Manuel Liebaut, o chefe, sacia a fome dos comensais com “travessas fartas” e apenas faz saber que trará “peixe inteiro grelhado e cabeça de porco assada”, por querer manter o efeito surpresa. “Inspirei-me em imagens de jantares da corte daqueles tempos que tentei adaptar aos dias de hoje, com sabores de estação e respeito pela sazonalidade dos produtos”, acrescenta.
Constança Cordeiro salienta que o que pretendem com este jantar é “sobretudo juntar as pessoas à volta da mesa para uma refeição em família servida em travessas, sem pretensão”.
A mixologista do Bar da Raposa e o chefe do Lab do Loco (uma estrela Michelin) preparam esta noite há um mês e meio. Os cocktails, por exemplo, são todos feitos à base fermentados, que demoram pelo menos uma semana a estar prontos. Constança Cordeiro tem 27 anos, foi finalista dos Young British Foodies, prémio de referência que distingue estrelas em ascensão nesta indústria. Em 2017 chegou ao top 10 do prestigiado Diageo World Class UK 2017, tendo sido vencido o prémio Time Out UK que distingue “O menu mais criativo em Londres”. Pelo meio, em 2016, ganhou ainda a competição Godet UK e foi semi-finalista do Bacardi Legacy.

Manuel Liebaut tem, aos 28 anos, um currículo bem preenchido. Trabalhou no Novotel, no Tavares Rico, no Corynthia e no Miragem Hotel, até que se cruzou com o chef Alexandre Silva no Bocca. Foi sous chef do Rossini, em Barcelona, e, em 2013, já tinha passado pelo Bonsai e pelo Corner Room, de Nuno Mendes. Seguiu-se o Noma – na altura em que o restaurante conquistou o 1º lugar nos 50th Best Restaurants of the World – e, novamente, Barcelona, para trabalhar com Albert Adrià, no Tickets, no Pakta e no Espai Kru. Viajou ainda entre o Burnt Ends, em Singapura, o Areias do Seixo, em Torres Vedras, o Dos Pallidos, em Barcelona, e o Chiltern Firehouse, em Londres. Hoje, ao lado do chef Alexandre Silva, assume a liderança da equipa da Cozinha Experimental do LOCO: I+D – Investigação e Desenvolvimento. Em 2019 irá ainda assumir um novo desafio como Chef residente do novo Fogo – Restaurante & Bar.

O jantar acontece pelas 20h e tem o preço de €50 por pessoa, com lotação limitada a 30 pessoas.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!