Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Festa a dobrar em Bragança: Festival do Butelo e das Casulas junta-se ao Carnaval dos Caretos

mario cerdeira

A olho nu tem um aspeto semelhante a outro enchido qualquer. Podia ser uma paiola ou um paio tradicional mas o Butelo só se descobre verdadeiramente depois de se abrir. Lá dentro, carne de porco, costelinhas e ossos do espinhaço, envolvidas pelo bucho ou pela bexiga do animal. Cumprindo o desígnio do aproveitamento completo do porco, o Butelo é um dos mais dignos representantes de Trás-os-Montes e com as Casulas (as cascas do feijão) é protagonista de um dos maiores eventos gastronómicos da região, ao qual este ano se acrescentam as celebrações de Carnaval.

De 1 a 3 de março, Bragança recebe mais uma edição do Festival do Butelo e das Casulas & Carnaval dos Caretos e recupera, assim, uma das mais autênticas tradições do inverno transmontano.
Durante o fim-de-semana, além da feira de fumeiro (com especial enfoque no Butelo) e produtos regionais, A Praça Camões recebe várias conferências e demonstrações gastronómicas, uma Tasquinha para degustação de fumeiro e outros produtos típicos, animação permanente, leitura de contos infantis, uma exposição de escultura e a Conferência “Bragança, Terra de Saberes e de Sabores” para apresentar a gastronomia como elemento de valorização do turismo e da economia local.

No dia 2 de março as atenções viram-se para o Carnaval dos Coretos que anualmente reúne em Bragança centenas dos mais tradicionais mascarados da Península Ibérica. A partir das 15h00 de dia 2 de março, os Caretos “assaltam” a Praça Camões para roubar fumeiro a quem lhes negara comida, recriando um tradição que se cumpria nas aldeias por altura do inverno.

A partir das 17h00, decorre o tradicional desfile pelas ruas da zona histórica, que termina com a tradicional Queima do Diabo, uma figura com sete metros de altura que será simbolicamente colocada em chamas na presença dos Caretos. A fechar o Carnaval , no dia 6 de março, nas ruas do centro histórico, o Diabo, a Morte e a Censura saem à rua, recriando uma tradição secular.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!