Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Sopas e Açordas à prova na Semana Gastronómica de Grândola

  • 333

A Semana Gastronómica de Grândola está de volta e com ela as melhores sopas e acordas típicas da região. Leve fome e reforços, que o assunto é sério e muito bem servido.

A sabedoria popular diz que um dos segredos para a longevidade é comer pouco à noite. Uma sopinha, uma peça de fruta, um copo de água e está despachado o jantar. Refeições simples, de digestão fácil e que permitam ter o assunto resolvido quando chega a hora de ir para a cama.

Em Grândola acredita-se que quando é para ser, tem de ser com tudo e portanto a definição de sopa, que merecia dedicada discussão, não quer dizer só “sopa” na sua versão de caldo ou creme com meia dúzia de elementos à boiar à volta. Por sopa entende-se uma refeição gulosa, servida em prato ou taça, onde convivem alegremente batatas, enchidos, feijão, couve, cenoura e carne de porco. Justamente uma daquelas sopas onde é possível pôr a colher de pé.
Ficou a salivar? Ótimo. É que temos boas notícias.

Até dia 10 de fevereiro pode ir comprovar o que acabamos de apresentar num dos restaurantes aderentes da Semana Gastronómica de Grândola. São 11 os participantes, situados entre a vila e arredores, e fazem valer o compromisso de trazer à mesa ementas especiais dedicadas justamente às sopas e às açordas típicas da região.

No Café Triunfo, (EN120, Santa Margarida da Serra Tel. 919006873), tem de ligar a avisar que vai e a escolher as especialidades à prova. Há açorda de tomate com toucinho frito; açorda do caldo do feijão frade, que tem como base a açorda de alho envolvida na água de cozedura do feijão, e a sopa de entulho com carne e enchidos e que recria a tradição de outros tempos em que esta se confecionava com o que havia na cozinha, portanto uma espécie de vale-tudo das sopas onde nunca há ingredientes a mais. Os menus ficam por €10 e incluem um dos pratos referidos, bebida, café e sobremesa (vá pelo leite-creme, que é uma das especialidades da casa)

Já em Melides, o Café O Zuca (EN261 Moinho do Meio, Melides Tel. 961290130) propõe a açorda de tomate com choco frito (€9); a açorda de alho com ovos e bacalhau (€8); a sopa de cozido (€8), para provar que os clássicos nunca saem de moda, e o jantarinho, que trata de um dos pratos mais antigos da região e que se pode dizer semelhante à couvada com feijão, carne de porco, cenoura, batata e enchidos.