Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Clotilde, o restaurante de bairro 2.0

  • 333

Restaurante Clotilde

Carolina Barbot

Quase como um automatismo, qualquer referência ao Estoril remete para ambientes de luxo e, por norma, palacianos, e ainda para uma certa aristocracia associada à frequência de diversos locais, empiricamente exclusivos das elites. O Estoril até pode ser tudo isto, mas é também uma área do concelho de Cascais que vive e respira o ambiente de um bairro tradicional. É neste contexto – de bairro -, a que se acrescentam vários espaços de escritórios e negócios diversos que nasceu, pela mão de Francisco Oliveira da Silva, no final de agosto, o restaurante Clotilde.

Se é verdade que é a oferta gastronómica que convida a voltar a um restaurante, também é verdade que o atendimento conta e muito! A energia de Francisco é contagiante. Sempre disponível para dois dedos de conversa, para contar algumas histórias mas, acima de tudo, para receber os clientes, sejam estreantes ou repetentes porque o Clotilde é um restaurante de bairro, no Estoril. Basta aparecer duas vezes para ver caras conhecidas que voltam pela simpatia do anfitrião e, claro, pela comida de conforto servida diariamente neste restaurante de bairro, em versão contemporânea.

O lema do restaurante é “comida tradicional com atrevimento”, com ousadia comedida, mais patente em alguns empratamentos do que propriamente nas receitas, até porque esta é uma casa de bairro e, por tal, a comida de tacho está na base da ementa, sem que isso impeça outras abordagens. Sem deslumbrar, a cozinha cumpre o prometido o que, por estes dias, com tantos novos restaurantes a abrirem portas, é de louvar.

Francisco desdobra-se entre espreitar o trabalho da cozinha, ajudar a preparar uma bebida no pequeno bar e, acima de tudo, em receber os clientes, com dois dedos de conversa, principalmente ao final do dia e ao jantar, em que se fica para lá da refeição, em ameno convívio. “Comida tradicional, com conversas entre pratos” resume o anfitrião, que se mostra satisfeito com o resultado obtido com a decoração e arrumação do restaurante (45 lugares), sem esconder o desejo da chegada dos dias amenos para instalar a nova esplanada (por agora conte com 20 lugares, protegidos e aquecidos). Antes de conhecer a oferta gastronómica, explique-se que o nome do restaurante não remete para uma qualquer figura familiar, antes assume, de uma forma simples, o nome da avenida onde se instalou.

Uma das novidades de 2019, no restaurante Clotilde dá pelo nome de Cozido, um prato de conforto, ideal para os dias frios, que é servido apenas as quintas-feiras e sábados. Já na ementa fixa conte, nos peixes, com Filetes de polvo com (ótimo) arroz de feijão (€13,50), Filetes de peixe-galo com arroz de tomate (€14), e os clássicos Polvo à Lagareiro (€15) e Posta de bacalhau com batatas e grelos (€13,50). Irreverente é a proposta Arroz preto com camarão e molho aioli (€13). Nas carnes, as propostas vão dos tradicionais pratos de Carne de porco à Alentejana (€12,50) e Cachaço de porco preto com migas de espargos (€13) até ao potente Tomahawk, de 500 gramas (€24) e ao “caseiro” Bife Clotilde (€16), com um molho personalizado “à café”, que espelha a paixão pela cozinha do proprietário. Das relações familiares de Francisco Oliveira da Silva encontra também no restaurante diversas referências de vinhos, com destaque para a Casa Santos Lima.

Porque isto das conversas entre pratos também pode ser feita a partir de uma abordagem mais petisqueira, a lista de entradas pode muito bem também assumir-se como uma opção independente e variada: Codorniz de escabeche (€7), Peixinhos da horta com creme de tomate (€5), Trouxas de enchidos (€5), Salada de bacalhau com grão (€6), Camarão ao alho (€12,50), Tártaro de atum (€8) e Miolo de sapateira (€9). Registe-se, com agrado, a presença de Percebes (€17/300 gr), de ótimas Ostras (€12/6 unidades) e Amêijoas (€14).

O restaurante Clotilde (Av. Clotilde, Edifício Centro de Congressos do Estoril, Estoril. Tel. 214663084) serve diariamente ao almoço e jantar, exceto ao domingo, o clássico de descanso em qualquer bairro.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!