Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Peter Café Sport: Celebrar um século do bar mais conhecido dos Açores

  • 333

A história conta que foi num dia 25, mais precisamente no dia de natal de 1918, que pela primeira vez abriram as portas deste bar, num edifício mesmo em frente à marina da Horta. Antes disso, existia a Casa Açoreana, assim mesmo com grafia antiga, que já vinha do século XIX, onde se vendia artesanato e bebidas, mas a mudança de morada fez-se para estar mais perto do porto e dos velejadores. Em 1918, Henrique Azevedo abriu o Café Sport na porta ao lado.



Hoje, quatro gerações depois, continua um Henrique Azevedo à frente do negócio que, confessa, “sentiu um nervoso miudinho quando tive de apagar as 100 velas em cima do bolo de aniversário”. Mais do que uma festa, para a qual foi convidada a ilha do Faial inteira, celebrava-se um século inteiro de história e, diz, José Henrique Azevedo, comemorava-se “uma vida de trabalho e de dedicação de quatro gerações”.

Pelo Peter Café Sport passaram todos os mais importantes velejadores do mundo. Aliás, para muitos deles, este pequeno bar decorado com bandeiras e objetos náuticos, era a morada postal de quem andava no mar, já que as famílias, na altura em que não existia internet por satélite ou e-mail, mandavam as cartas para o Peter Café Sport, localizado na rua a quem a ilha deu o nome de José Azevedo, em homenagem ao fundador do café. O correio era tanto que em 2004 recebeu o galardão "Correio de Ouro" atribuído pelos CTT, pelo serviço postal internacional.



Um dos símbolos do Peter Café Sport é o Gin, fortemente apreciado pelos britânicos que foram os primeiros clientes da casa. O Café Sport é o primeiro nome dado ao estabelecimento, devido à paixão do proprietário pelo desporto, o nome Peter surge devido à tripulação do “HMS Lusitania II” da Royal Navy. Reconhecendo semelhanças entre o jovem José com o seu filho de nome Peter, o oficial-chefe do serviço de munições e manutenção daquele navio, passou a chamá-lo de Peter e a alcunha nunca mais desapareceu.

O Peter Café Sport em 2000, participou na Feira Internacional do Mar e dos Marinheiros, foi, em 2003, agraciado pelo então Presidente da República Portuguesa, Jorge Sampaio, com a Medalha de Grau Oficial da Ordem de Mérito, e, pela Secretaria de Estado, com a medalha de "Mérito Comercial e Turístico". E é dos poucos bares a quem um Papa, neste caso João Paulo II concedeu a Bênção Apostólica. Recebeu ainda a visita dos reis de Espanha, a 28 de Julho de 2005, numa visita a título privado aos Açores.



Em 1998 o Peter Café Sport abriu uma réplica no Parque das Nações, a propósito da EXPO 98, que entretanto encerrou, sendo agora, apenas possível de visitar o Peter Café Sport, nos Açores, mais precisamente na rua José Azevedo, 9, na cidade da Horta, na ilha do Faial (Tel. 292 292 327). Para petiscar há Lapas (€13,20), Queijo da Ilha (4,85), Bife da vazia com batata frita, esparregado e molho (€15), Bife pirata em marinada de ervas com batata doce e salada (€14,50), ou Alcatra de carne (€8,25) e ainda um Hambúrguer açoriano (€8,25). Mas sempre acompanhado com um ou vários Gins, servidos em copo alto, apenas com uma rodela de limão. E água tónica à vontade do freguês.

José Azevedo deseja agora que sejam o filhos quem assegurem o negócio e que o Peter Café Sport continue de portas abertas por mais umas décadas. Se for possível por mais 100 anos, seria perfeito, mas para já, a sensação é de dever cumprido e de ter um café que é um símbolo dos Açores e, claro, de Portugal. É que não foi por acaso que Em 1986, a revista Newsweek o considerou como um dos melhores bares do mundo.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!