Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Château Margaux: Os melhores vinhos do mundo em jantar único no Ritz

De uma forma simplista e inspirada na linguagem futebolística pode-se afirmar que os vinhos Château Margaux fazem parte dos finalistas da Liga dos Campeões. Os vinhos deste famoso produtor integram-se na designação Premier Grand Cru de Bordeaux, concedida por Napoleão III, em 1855, aos melhores “terroirs” de Bordéus para produzir vinho. E, o resultado não poderia ser melhor, com diversas referências a colocarem o Château Margaux entre os melhores do mundo. Em artigo recente, a Bloomberg afirmava: “Os 262 hectares do precioso solo de cascalho produzem cerca de 280.000 garrafas de vinho por ano, e cada unidade das safras recentes pode ser vendida por mais de US$ 1.000”.

É este mundo maravilhoso dos vinhos de Bordéus que o Ritz quer partilhar através de um jantar único, agendado para esta quinta-feira, dia 27 de setembro. “Terá apenas uma oportunidade… não a perca!”, assim anuncia o Ritz Four Seasons Hotel Lisboa este jantar, que é também uma “homenagem às raízes” do chef executivo Pascal Meynard. Para esta noite única, a equipa de cozinha do hotel vai levar à mesa do clássico restaurante Varanda (Ritz Four Seasons Hotel Lisboa, Rua Rodrigo da Fonseca, 88, Lisboa. Tel. 213811400), um menu de sete pratos, “perfeitamente harmonizados com vinhos Château Margaux”.

Antes de conhecer o menu, a curiosidade obriga a desvendar os quatro vinhos selecionados: Pavillon Blanc 2015; Château Margaux 1996 e 2004; e Pavillon Rouge 2009. Para referência, o vinho tinto Château Margaux 1996 está à venda na Garrafeira Nacional por €1.065! Robert Parker atribiu-lhe 100 pontos. “Desde o século XVII, que o primeiro vinho Château Margaux foi reconhecido como sendo um dos melhores vinhos em todo o mundo. Deve a suas qualidades únicas à genialidade do seu terroir, bem como o trabalho apaixonado por uma sucessão de gerações. É um vinho notável que resulta de uma combinação de características raramente encontradas: fineza, elegância, complexidade, densidade, intensidade, comprimento e frescura”, pode ler-se na página da Garrafeira Nacional. Fica ainda a indicação de que os participantes no jantar (€490) “terá direito a um copo (12,5 cl) por cada referência de vinho, apresentado no Menu Château Margaux, incluindo o champanhe.”

Para esta noite, o chefe Pascal Meynard preparou desde a Lagosta Azul suada em manteiga de cardamomo verde com emulsão de Combawa e pombo assado, girolles e condimento de trufa, ao canon de borrego, amoras e pimenta Mondolkiri. Conte ainda com uma seleção de queijos franceses, uma pré-sobremesa de toranja rosa com pimenta Timut e sobremesa de chocolate de avelãs, confit de figos e creme glacé de iogurte de autoria do chefe de pastelaria Fabian Nguyen.

Thibault Pontallier, Embaixador Global da Château Margaux – e filho do lendário enólogo, Paul Pontallier é o coanfitrião do jantar, juntamente com a organizadora do evento, Sylvie Marques Martine, directora da Vinitrust.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!