Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Matosinhos, a capital do peixe e do marisco em 10 restaurantes

Rui Duarte Silva

Lavagante, camarão, amêijoas, polvo e uma vasta lista de peixes frescos para grelhar ou levar ao forno são algumas das boas razões para visitar Matosinhos, que assume, cada vez mais, o orgulho na marca “World’s Best Fish”.A todos estes motivos, acrescenta-se mais um: a primeira edição do Festival do Peixe e Marisco “aMar Matosinhos”. O ponto de encontro é no Jardim Senhor do Padrão, junto à afamada lota de Leixões. A iniciativa vai contar com espaços de degustação, workshops, sessões de showcooking e provas comentadas de vinhos. O festival, que termina dia 30 de setembro, decorre todos os dias da semana. Até lá, o Boa Cama Boa Mesa senta-se à mesa dos melhores restaurantes e marisqueiras da cidade.

A Marisqueira de Matosinhos
A Marisqueira de Matosinhos é uma das marisqueiras mais emblemáticas da cidade, aberta desde 1978. Mariscos e peixes do mar são, como indica o aquário, a grande atração, e o divinal arroz de marisco está à cabeça. Aventure-se e vá pedindo outras inspirações marítimas, como as vieiras (€70/kg), o lavagante (€80/kg) e a lagosta (€100/kg) na grelha, à americana ou no seu arroz caldoso (€80 para dois). Pode ainda optar por um dos muitos peixes frescos grelhados. O bem destas preciosidades é que não dá para resistir.
Rua Roberto Ivens, 717. Tel. 229381763

Esplanada Marisqueira A Antiga
A mais antiga marisqueira de Matosinhos, aberta em 1957, continua a ser um local de eleição. O cuidado dispensado 
à decoração do espaço e ao serviço exemplar estende-se à mesa. A sapateira (€38,50/kg) já vem descascada e basta pedir para que qualquer marisco seja assim servido. Com a frescura assegurada, a escolha prende-se apenas com o gosto: saladinha (€80/kg) ou arroz (€80/kg) de lavagante e arroz de marisco (€25 meia dose) são especialidades. Se o tempo estiver de feição, fique na esplanada. A elegância da sala e do trato rivalizam com as propostas da carta - bem recheada de peixes e mariscos frescos – na hora de decidir
qual é o melhor motivo para uma visita à Esplanada Marisqueira A Antiga.
Rua Roberto Ivens, 628-638. Tel. 229380660

O Gaveto
Trinta e cinco anos bem vividos conhecem agora um novo capítulo. Bastião da boa cozinha regional desde 1983, O Gaveto já merecia a modernidade e o conforto que conquista com a remodelação recente. Mudou para melhor o espaço e aumentou a capacidade, pondo a
uso a sala do primeiro piso. As obras conferiram-lhe renovada modernidade, mas à mesa tudo permanece imaculado, os mariscos e os petiscos continuam a ser especialidades apetitosas, bem como a ótima carta de vinhos. Quando tudo é bom, torna-se difícil apontar caminhos, mas, dependendo dos apetites, a salada de búzios (€10), a santola da costa recheada (€35), as amêijoas (€19,50), as anilhas (€45/kg) e o arroz de lagosta (€57,50), nunca desiludem.
Rua Roberto Ivens, 826. Tel. 229378796

O Xarroco
O Xarroco é uma das casas mais conhecidas de Matosinhos. O atual proprietário, Alexandre Ferreira, comprou-a em 2016 e reforçou a elegância e o ambiente acolhedor da sala. Mas na realidade é a frescura dos peixes do mar, como o rodovalho e o robalo, que atrai verdadeiramente os comensais. O peixe-galo com açorda de ovas é divinal, tal como a caldeirada de peixe, que convida as pessoas a escolher quais vão parar à panela. Comece a refeição com Sopa de peixe (€3,80) ou Lulas ao alho (€6,30).
Rua Heróis de França, 507. Tel. 229381649

S. Valentim
A imagem do senhor Valentim Santos na rua, de volta
da grelha, faz já parte do roteiro visual de Matosinhos. Prepara os peixes grelhados que vão parar à mesa de afortunados comensais. Robalo (€45), sardinhas (€6), linguado (€49/kg) e rodovalho, são muitas das tentações que vão saindo do mar para o prato no restaurante S. Valentim. O proprietário não é um cupido, mas a sua dedicação à profissão (há 25 anos nesta rua) move paixões à mesa. Defende que aprendeu a cozinhar, em parte, graças ao filme “Sem Reservas”, onde a atriz Catherine Zeta-Jones interpreta o papel de chefe e diz que o segredo para o sucesso se divide em três partes: manteiga, manteiga e manteiga. O senhor Valentim segue essa lógica, claro. Entre risos, ainda nos garante que para começar cada refeição é obrigatório provar Lulas salteadas (€8 dose) ou Camarão à guilho (€12). O Lavagante no forno (€70/kg) é uma especialidade.
Rua Heróis de França, 335. Tel. 229379204

Toupeirinho
Um restaurante de ambiente familiar, bonito e muito acolhedor. Como acontece com
a esmagadora maioria dos restaurantes deste concelho, é sobretudo para as águas profundas do Atlântico que o Toupeirinho se vira. Mariscos de grande qualidade, como a sapateira recheada (€25/kg), a salada de lavagante (€65/kg) e a açorda de marisco (€34,50 para dois), convivem bem com os peixes selvagens grelhados a carvão, especialidades ao sal e irresistíveis arrozes, como o de lingueirão. O segredo para servir pretos deliciosos está nos ingredientes de grande qualidade e na mão certa na cozinha.
Rua do Godinho, 27. Tel. 229387016

Os Lusíadas
O restaurante Os Lusíadas está localizado na zona ribeirinha de Matosinhos, com uma decoração inspirada na grande epopeia d ́Os Lusíadas. Apresenta um ambiente agradável e uma ementa completa de pratos tradicionais portugueses, com destaque para os mariscos e para o peixe sempre
fresco que chega diariamente da lota. Navegamos por este restaurante, clássico e intemporal, uma e outra veze não nos cansamos de regressar. Os produtos de qualidade são incontornáveis nesta casa elegante, onde se destacam como especialidades os arrozes de marisco (€25) e de lavagante, também servido em maionese (€80/kg), a parrilhada de marisco grelhado (€135, para dois) e o misto de marisco (desde €65, para dois). Para a sobremesa não perca o pão-de-ló de Castelo de Paiva.
Rua Tomás Ribeiro, 257. Tel. 229378242

Mauritânia Real
A ondulação do mar serve de inspiração ao restaurante Mauritânia Real, que adota a forma
do oceano em toda a sua decoração. Do enorme balcão ondeado, à parede com
o mesmo motivo, tudo remete para o mar, também origem dos ingredientes
de excelência aqui servidos. Sortido de marisco (€79,50), sapateira recheada (€35,90) e arroz de lagosta (€48,80, para dois) são algumas especialidades que vêm para a mesa. Com um serviço acolhedor e ambiente familiar é ideal para um almoço ou jantar descontraído.
Rua Ló Ferreira, 239. Tel. 229371363

Restaurante Tubarão
No restaurante Tubarão, o ambiente é descontraído e muito informal, ou não fosse esta casa uma tasca tipicamente portuguesa. A esplanada é o sítio ideal para desfrutar os últimos dias de verão, mas não se assuste ao passar pela porta, o tubarão gigante suspenso por cima da passagem já lá está há anos e não há registo de acidentes com os clientes. Já a ementa sugere pratos muito apetitosos, onde o sabor é a palavra de ordem. Comece com uma sopa do mar com caviar flutuante (€3,50), passe para as amêijoas à Bolhão Pato (€15) e termine com um dos peixes do menu, fresco e grelhado na hora. Se antes preferir, opte pelas Gambas à guilho (€15) ou a Sapateira recheada (€25).
Rua do Sul, 65. Tel. 224031477

Salta o Muro
O Salto o Muro é uma das tascas mais emblemáticas de Matosinhos. Mesmo que seja a sua primeira visita, vai sentir-se em casa, já que esta casa é afamada pelo ambiente informal e familiar. Situada ao lado da lota, há sempre peixe sempre fresco, como a sardinha (€7) ou o linguado (€13,50). Um dos pontos fortes deste espaço é a decoração típica, com bancos corridos de madeira, e o acolhimento simpático e familiar. São frequentes as visitas de Dona Palmira à sala, com o seu impecável traje de cozinheira, para trocar algumas palavras com os comensais.
Rua Heróis de França, 386. Tel. 229380870

Este artigo foi publicado na edição do Expresso Diário de dia 20 de setembro de 2018.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!