Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Stairwell, um novo wine bar que (também) trata muito bem a comida

DR

Pode parecer uma crítica negativa ou, pelo menos, uma observação menos boa para um restaurante que afirma como wine bar e faz gala da sua garrafeira, mas a verdade, é que foi um carabineiro que fez da noite um sucesso maior. Não se retire mérito aos vinhos, nem sequer às excelentes ostras, mas há refeições que merecem ter um rei e, no caso do Stairwell - Wine Bar & Creative Food, foi o famoso crustáceo que conquistou a coroa, através do prato: Carabineiro com risotto de laranja (€23).

Voltando ao início, que aqui se deve entender, como primeiro degrau deste novo restaurante, deve entender-se, antes, de perceber o conceito, que o Stairwell é detido pelo grupo Porto Santa Maria, que tem como navio-almirante o famoso restaurante do Guincho. Na verdade, a nortada que sopra do Guincho tem arrastado para Lisboa vários dos mais conhecidos espaços de Cascais e, até para o Porto Santa Maria, a capital não é desconhecida, tendo em conta a pioneira experiência no Mercado da Ribeira.

Introdução genérica feita apresente-se agora o Stairwell - Wine Bar & Creative Food (Rua da Misericórdia, 139, Lisboa. Tel. 213 471 644), que aproveitou as instalações do antigo Organic Caffé (já agora, também adquirido pelo mesmo grupo), bem como o conhecimento adquirido nas duas vertentes centrais do projeto: os vinhos e o mar, aqui entendido por peixes e mariscos. Numa rua agitada, o movimento do restaurante é, preferencialmente, descendente. Ou seja, em direção à cave ou piso inferior, onde se encontra a sala de refeições, apoiada por um balcão com quatro lugares, e uma tentadora garrafeira, coordenada por José Peixoto.

À entrada, apara além da janela que convida a espreitar e a tocar o sino, em nome de uma refrescante sangria ou de um cocktail, um “tapete” de vidro, obriga a pisar algumas garrafas e a perceber que os tesouros devem estar na cave. Neste piso, um balcão também serve a copo, mais de meia centena de referências, uma opção que merece elogio!

Não se assumindo como um restaurante clássico (apesar dos bons pratos que serve), o Stairwell prefere ser um espaço mais informal, dedicado a dar a conhecer os vinhos nacionais (também fazem provas de azeites), bem “casados” com pratos, mais ou menos, leves, bem confecionados e de bom sabor, e com atenção à qualidade da matéria-prima, um principio intocável quando se usa a marca Porto Santa Maria, aqui (bem) tratados pelo jovem Gonçalo Caratão.

Provaram-se umas refrescantes Ostras do Sado, com vinagrete de estragão e pérolas de tapioca (€2,80/unidade) e um ótimo, mas tímido, Tártaro de novilho, maionese de rábano picante e chips de alcachofra de Jerusalém (€12). Outras opções a ter em conta, na vertente “Picar” são Gambas à Guilho (€9,80), um clássico do Guincho, e a Salada de chocos mornos com tinta, emulsão de agrião, rúcula e caviar de esturjão-branco ou beluga (€14). Pode ainda optar por tábuas de queijos, presunto, enchidos ou mistas (desde €8,50).

Neste jogo das escolhas, entra em cena, o escanção de serviço, para sugerir parings mais ou menos ousados, e dar a conhecer a vasta carta de vinhos, com cerca de 130 referências, entre clássicos, raridades e outros menos óbvios, com destaque para os tintos, que ajudam a dar fama e proveito à garrafeira do Porto Santa Maria. Com tal fartura, o melhor mesmo é ficar nas mãos do responsável de vinhos e deixar-se encantar… de terça-feira a domingo, das 16h00 às 23h00.

De regresso às comidas, a ementa do Stairwell - Wine Bar & Creative Food leva à mesa 10 “sugestões do chef” onde, para além do já referido carabineiro (harmonizado com o também excelente Riesling da Quinta de Sant’Ana), merecem descoberta a Garoupa glaceada com açorda de espargos e molho branco de bivalves (€17), o Bacalhau com broa e grão negro Bio (€18) e a Pá de cordeiro a baixa temperatura com puré de batata fumado e alface grelhada (€16). Para fechar, e é tempo de voltar a pedir sugestões de harmonização ao sommelier de serviço, destacam-se o Creme brulée de laranja (€4,80) e o Ferrero de maracujá (€6,50), que teve a companhia de um Burmester LBV de 1982.

Para apreciadores (mais ou menos experientes), uma visita ao Stairwell - Wine Bar & Creative Food é a garantia de mais um degrau que se sobe na grande escada do conhecimento vínico nacional.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!