Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Guilty: a irreverência de Olivier já chegou ao Algarve

Afonso Castella

Todos os anos as noites de calor ficavam marcadas pelas festas “Summer Guilty”, na Praia da Falésia, organizadas por Olivier da Costa. A temperatura subia ainda mais nessas alturas em que o glamour, a inconformidade e ate o atrevimento começavam à hora do jantar e se prolongavam pela noite dentro. Dai até abrir um espaço em permanência no verão algarvio foi um passo. Na Discoteca Lick, onde um dia funcionou a Kadok, abriu esta semana o Guilty Algarve, e as noites a sul não vão voltar a ser iguais.

O novo restaurante de Olivier da Costa tem uma área de aproximadamente 400 metros quadrados e uma decoração marcadamente industrial, como que a prolongar a do restaurante Guilty Lisboa. Por ser um espaço de verão, pretendeu-se espalhar mais cor pelo espaço que conta com 120 lugares, esplanada e bar, onde pontifica um mural com cerca de 8 metros com personagens de banda desenhada.

A carta do Guilty Algarve mantém a filosofia “Casual food with twist”, característica de Olivier da Costa. E leva também os pratos que simbolizam a casa de Lisboa, como o “Desafio Super Guilty” que consiste em ser capas de comer um super hambúrguer com 500 gramas de carne e acompanhamentos, em apenas 60 minutos. Quem superar o desafio, não paga. Caso ultrapasse o tempo estipulado, custa €50.

Para propostas mais leves, a carta do Guilty Algarve começa com saladas frescas: Caprese (€12), Salmão (€16,50), Chevre Chaud (€16), Pappardelle (€16) e César do Frango (€16) ou Camarão (€18,50). Há ainda uma proposta Tropical (€18). As massas incluem a Pomodoro (€14), Carbonara (€15), Bolonhesa (€15) e Verdi (€15). Seria impossível que Olivier da Costa deixasse de fora a Mac Guilty and Cheese, com cotovelos, uma seleção especial de queijos gratinados, espinafres e cogumelos (€18).



Na carta do Guilty Algarve está também a “Guiltyzinha”, uma Pizza vinda diretamente do Porto para o forno de lenha da casa, com molho de tomate, mortadela, carne desfiada, seleção de queijos, ovo e molho especial de francesinha (€22). No resto dos propostas de Pizza há cinco pecados capitais como a Vaidade (€16), a Luxúria (€18), a Ira (€18), a Inveja (€15) e a Preguiça (€16). Pode optar ainda pelo Inferno (€15), ou por uma irreverente Pizza Japonesa (€18).

Termine a noite sendo “100% Guilty” com uma Pizza de Nutella com morangos (€11), Pana Cota (€7), Petit Gateau de Chocolate (€8) ou com um Crumble de Maça com gelado de baunilha (€7). Se as noites algarvias não vão voltar a ser iguais, com a abertura do Guilty Algarve (Estr. de Vilamoura, Boliqueime, Albufeira), todos os dias entre as 19h00 e as 04h00 da madrugada, em breve será a vez de Cascais e do Porto receberem a visita do chefe. Olivier da Costa prepara-se para levar o conceito Guilty de “Casual food with twist” a estas duas cidades.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!