Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Open Brasserie Mediterrânica: Em nome do Ambiente!

Filete de corvina com risotto de beterraba e agrião
1 / 18

Filete de corvina com risotto de beterraba e agrião

Open Brasserie Mediterrânica
2 / 18

Open Brasserie Mediterrânica

Hambúrguer de Grão de Bico com Bolo Lêvedo dos Açores
3 / 18

Hambúrguer de Grão de Bico com Bolo Lêvedo dos Açores

Spring roll de legumes e salada de quinoa com baba ganoush
4 / 18

Spring roll de legumes e salada de quinoa com baba ganoush

Open Brasserie Mediterrânica
5 / 18

Open Brasserie Mediterrânica

Open Brasserie Mediterrânica
6 / 18

Open Brasserie Mediterrânica

Peixe da costa Portuguesa
7 / 18

Peixe da costa Portuguesa

Legumes marinados, mix de alfaces e amêndoa laminada
8 / 18

Legumes marinados, mix de alfaces e amêndoa laminada

Pernil de porco em massa filo
9 / 18

Pernil de porco em massa filo

Salada de polvo com pimentos assados
10 / 18

Salada de polvo com pimentos assados

Bacalhau assado com a bras de espargos
11 / 18

Bacalhau assado com a bras de espargos

Bife de novilho nacional
12 / 18

Bife de novilho nacional

Brownie de chocolate e alfarroba com praliné de amêndoa
13 / 18

Brownie de chocolate e alfarroba com praliné de amêndoa

Consommé de caras de bacalhau com ovo de codorniz
14 / 18

Consommé de caras de bacalhau com ovo de codorniz

Creme de abobora
15 / 18

Creme de abobora

Crocante de queijo de cabra “Granja dos Moinhos”
16 / 18

Crocante de queijo de cabra “Granja dos Moinhos”

Empada de rabo de boi com couve flor “da raiz às folhas”
17 / 18

Empada de rabo de boi com couve flor “da raiz às folhas”

Filete de salongo
18 / 18

Filete de salongo

A nova carta promove a sustentabilidade à mesa, com propostas deliciosas e saudáveis num espaço elegante e equilibrado, concebido com base na arte milenar chinesa do Feng Shui.

Basta cruzar a porta do Open Brasserie Mediterrânica, em plena Rua de Santa Marta, mesmo ao lado da entrada principal do Inspira Santa Marta Hotel, para se perceber que se entrou num local diferente. Mais do que um restaurante, este é um espaço onde se sente a natureza, e onde tudo foi pensado, desde a sala aos pratos apresentados na carta, para respeitar os princípios da sustentabilidade e as boas práticas ambientais.

A decoração da sala do Open Brasserie Mediterrânica salta de imediato à vista: Completamente remodelada, apresenta-se agora em tons verdes e castanhos, com rasgos de negro marcantes, e mais iluminada. Tudo foi pensado e transformado pelas mãos de Lara Matos Arquitectura e Design de Interiores e inspirado nos princípios do Feng-Shui, para que toda a experiência seja pautada por um fluxo de energias favoráveis à degustação de uma refeição plena de sabores e combinações inesperadas.

Usaram-se, na remodelação, materiais de baixo impacto ambiental, como a madeira ou a cortiça, denotando-se agora uma maior organização e uma maior fluidez. Esta preocupação estende-se, naturalmente, à carta apresentada agora pelo Chefe João Silva que decidiu no prato celebrar a chegada da primavera. Espere, por isso, encontrar neste restaurante certificado sem glúten o ananás dos Açores, as amêndoas, as maçãs, os espargos, os espinafres ou as saborosas beringelas.

Há também nas novas propostas, como habitual tem sido nas cartas anteriores, a preocupação de levar a sustentabilidade à mesa, a produção nacional, os produtos biológicos e os artesanais. Com o calor ganham novo ênfase o queijo de Azeitão ou “Granja dos Moinhos”, e a banana da Madeira, bem como o peixe proveniente da costa portuguesa. Tudo temperado com a tónica da sustentabilidade e pelo respeito pelos alimentos, aproveitando-os integralmente.

Na verdade, depois de recebidos com simpatia e profissionalismo na sala do Open Brasserie Mediterrânica, o difícil é escolher entre todas as deliciosas e saudáveis propostas da carta. Comece com um Creme de abóbora biológica, focaccia e azeite (€6), com um Crocante de queijo de cabra “Granja dos Moinhos”, puré de damasco biológico e salada de agrião €9,50 ou com uma Salada de polvo com pimentos assados, puré de alho, coentros e grão de bico (€9). Caso a simplicidade seja a escolha, deslumbre-se com a feliz combinação da Salada de Legumes de Primavera, composta por Legumes marinados, um mix de alfaces, amêndoa laminada e vinagrete de tomate (€7).

No capítulo dos peixes, conte todos os dias com propostas diferentes de Peixe da costa Portuguesa, desde que seja proveniente de pesca artesanal e sustentável. Será servido com guarnição a condizer (€18). Certos na ementa são os pratos de Bacalhau assado com “à Braz” de espargos e azeitona (€18) e com um raro e desconhecido, mas saboroso, Filete de salongo, puré de pastinaca, ervilha torta, azeite de salsa e alcaparras (€16) e o Filete de corvina a baixa temperatura com risotto de beterraba e agrião (€19,50).

Há quatro propostas de carne na ementa do Open Brasserie Mediterrânica. Começam com Magret de pato com aipo “da raiz às folhas”, nozes e figo seco (€17), continuam com uma Perna de borrego assada lentamente, batata assada, espinafre e crosta de ervas aromáticas (€18) e com um surpreendente Pernil de porco em massa filo, acompanhado por migas de pão de milho crocantes, cebolo primaveril e maçã Grannysmith (€16). Há ainda um Bife de novilho nacional com mil folhas de batata e tomilho, chalota caramelizada, duxelle de cogumelos e queijo de Azeitão (€19,50) a encerrar as propostas principais.

Como restaurante sustentável e com preocupações saudáveis, há, na carta, uma secção completamente dedicada a quem procura alimentação ainda mais saudável. Nas propostas vegetarianas encontra Gnocchi de abóbora com espinafre salteado e queijo de cabra “Granja dos Moinhos” (€12), Penne com molho de tomate e uma seleção de legumes grelhados (€11), Spring roll de legumes e salada de quinoa com baba ganoush (€13) e ainda um Hambúrguer de grão-de-bico com compota de cebola roxa, ovo estrelado, maionese de caju e mandioca frita, servido num Bolo Lêvedo dos Açores (€13).

Termina a ementa com as propostas de sobremesa. Há, para quem ainda consiga cair em tentação, Banana da Madeira crocante com caramelo salgado e gelado de iogurte (€7,50), um Brownie de chocolate e alfarroba com praliné de amêndoa (€7), Creme brulée de citronela (€5) e Carpaccio de ananás dos Açores com pão-de-ló de chá Gorreana e gel de morango (€7).

Antes de pedir a conta olhe para a água que acabou de consumir e saiba que a Open Brasserie Mediterrânica disponibiliza apenas água em garrafas de vidro recicladas e reutilizáveis. O lucro das vendas é doado à Pump Aid, uma ONG que constrói bombas de água potável e instalações sanitárias em países de África. Desde que abriu, as contribuições dos clientes já possibilitaram a construção de 4 bombas de água potável em aldeias do Malawi.

Saiba também que nada se perde nem se estraga no fim do serviço. O que não é utilizado insere-se no Projeto Dariacordar/ZeroDesperdício, que tem por objetivo que os bens alimentares que antes acabavam no lixo cheguem à mesa de quem deles necessita. Há também, ao longo da carta e em alguns pratos devidamente assinalados, produtos sem Glúten, sendo a cozinha certificada pela Biotrab, Lda. e pela APC (Associação Portuguesa de Celíacos).

Open Brasserie Mediterrânica
Inspira Santa Marta Hotel
Rua de Santa Marta, 48, Lisboa
Tel. 210 440 900

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!