Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Restaurante do Dia: Narcissus Fernandesii

  • 333
1 / 7

2 / 7

3 / 7

4 / 7

5 / 7

6 / 7

7 / 7

Sabores genuínos e produtos frescos são marcas do Narcissus Fernandesii que quer oferecer o melhor da cozinha alentejana local com a interpretação contemporânea do chefe Pedro Mendes.

Num espaço elegante com uma ementa a combinar, prove os sabores alentejanos, agora mais frescos, exigência da primavera.

Hoje ao almoço, o menu executivo, com pratos fixos para cada dia da semana, começa com o couvert de Pão alentejano, manteiga e azeite; as entradas que podem ser Sopa ou Espargos silvestres com emulsão de limão, prolonga-se pelo prato principal, Arroz de pato à 1919 e, para sobremesa, Fruta laminada ou Encharcada. Este menu executivo, disponível de segunda a sexta-feira, com opções dioferentes a cada dia da semana, custa 30€, incluindo água ou refrigerante mas sem vinho. O suplemento de vinho fica por mais 5€.

Se tiver oportunidade para um almoço mais demorado, não deixe de provar os menus de degustação, também disponíveis ao jantar. A nova carta de primavera do restaurante Narcissus Fernandesii – que integra o Alentejo Marmòris Hotel & Spa - apresenta dois menus de degustação, o Alentejano, constituído por seis pratos, que custa 45€, com suplemento de vinhos de 20€ ou o Narcissus, com oito pratos, que custa 65 euros, com o mesmo suplemento para vinhos.

Entre entradas, pratos de peixe, pratos de carne, salada, massas e sobremesas são vinte e três as propostas do chefe Pedro Mendes para os dias que antecedem o verão. A carta foi feita com sabores a condizer com esta estação do ano, mas sem deixar fugir algumas iguarias típicas da região.

Nas entradas, destacam-se o ‘queijo de cabra chapeado, farelo de bolota e cogumelos selvagens com vinagre velho Joaquim Arnaud’, as ‘lascas de bacalhau numa açorda de poejos’ e os ‘bolinhos de farinheira, compota de cebola roxa e salada de rebentos’. No peixe, ‘bacalhau com crosta de azeitona galega sobre brás de batata e esparregado de algas, ‘polvo em três cozeduras acompanhado do seu arroz negro’ e ‘cação escalfado em caldo de algas sobre cebolada e molho de tomate com poejos’ são sabores imperdíveis! Nas carnes, a eleição do chefe recai sobre o ‘lombo de cordeiro , suco de 'pettit verdot' Lima Mayer  e trufas negras, salteado de cogumelos e migas de batata’. Com sabor a  Alentejo, as ‘plumas de porco alentejano com carnes de fumeiro, batata frita com pickles e mostarda dijon, amêijoas à “bulhão pato” e bolota salteada’ não podiam faltar no menu.
A carta contempla ainda uma “salada do Chef” composta por ’lavagante da nossa costa levemente escalfado numa salada fresca de beldroegas e queijo de cabra’ e duas massas: ‘pappardelle fresco com molho de açafrão e carabineiro’ e ‘tagliattelli fresco com selecção de cogumelos e azeite de trufa’.
Nas sobremesas, são protagonistas duas frutas tradicionais da região, a ‘laranja (de Vila) Viçosa’ e a maçã de Jurumenha (‘as frutas frescas e a calda de maçã verde de Jurumenha’), em interpretações muito peculiares do chefe pasteleiro. Pode também optar por ‘uma ida à queijaria... (queijinho doce, semifrio de requeijão e gelado de queijo amanteigado)’.

Bom apetite!

 

E Mais!

Restaurante do Dia: Pedro Lemos
Restaurante do Dia: Terraço do Tivoli Lisboa
Restaurante do Dia: Aviz

 

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook!

*Este texto foi escrito nos termos do novo acordo ortográfico.