Boa Cama

Na Rota do Céu Aberto há um refúgio chamado Lugar nas Estrelas

Há 6000 anos, uma estrela muito brilhante deu nome a uma serra. A ideia cria uma certa aura mágica em torno desta região, motivo de mil e uma lendas: a Serra da Estrela. É aqui que encontramos o Lugar nas Estrelas, na Rota do Céu Aberto.

Dora Troncão

Jornalista

O Lugar nas Estrelas, “um lugar que é alojamento, gastronomia e experiências locais”, na “Rota do Céu Aberto”. Assim o descreve Carolina Pires, a professora de físico-química que criou esta unidade turística na Covilhã.

Entre a Serra da Estrela e a Serra da Gardunha, o céu estrelado fascinava Carolina Pires e serviu de inspiração para criar um alojamento num terreno de família ali localizado, o Lugar das Estrelas. São três as palavras-chave, que descrevem o conceito deste Lugar, agora reaberto com selo “Clean & Safe”, a saber: Inn, Mountain e Stopover.

Inn remete para abrigo, casa de repasto, lugar onde se come e descansa, conforme faziam os pastores que se guiavam pela estrela, que há mais de 6000 anos já lhes indicava a hora de iniciar a transumância e passar os meses mais quentes na serra.

Mountain descreve a paisagem montanhosa da zona serrana em que está inserido o Lugar. E, por fim, Stopover, porque a pequena aldeia do Peso, na Covilhã, localização precisa do Lugar nas Estrelas, foi durante muito tempo zona de passagem de muitos viajantes.

Catarina Paramos

E são estas serras, mas sobretudo este céu que tanta atração exerceu em Carolina Pires. O céu que sempre admirou é o fio condutor de muitas das vivências possíveis no alojamento. Propõe-se um Jantar à Luz das Estrelas, num recanto especial, a dois, ou com amigos, por exemplo. E, quando há chuva de estrelas avisam-se os hóspedes, que recebem um mapa dos céus para melhor contemplar o espetáculo, algo feito sempre com um intuito muito mais sonhador do que científico.

A Serra da Estrela é um telescópio natural, ao ar livre, que sempre serviu como um perfeito marcador sazonal para as comunidades pastoris. Mas em breve, o Lugar nas Estrelas irá dispor de binóculos especialmente concebidos para a observação das estrelas, à semelhança do que acontece em alguns locais no Alqueva. Existem muitas lendas locais ligadas às estrelas para ouvir e conhecer por aqui, por vezes com o apoio de um professor universitário que usualmente faz visitas com alunos.

Há ainda roteiros com percursos pedestres que podem ser acompanhados também, sendo aconselhados de forma personalizada. Carolina Pires costuma tentar perceber o que os hóspedes procuram sugerindo, a partir dos desejos de cada um, as atividades mais adequadas. Independentemente dos perfis, a piscina de água salgada é sempre um lugar privilegiado para simplesmente se abandonar ao relaxamento.

A região é rica no património histórico e natural. Quem desejar pode aproveitar o ar livre e pedir que lhe preparem um cesto de piquenique com produtos locais para seguir rumo às diversas praias fluviais que existem na zona como a de Castelo Novo, a Lavacolhos e a Ribeira do Paúl, todas a cerca de 15 a 30 minutos de automóvel. Pode também visitar facilmente algumas aldeias históricas como Belmonte, Monsanto e Sortelha. Ou ainda fazer um passeio de barco pelo rio Zêzere que corre ali perto.

Estão pensados cabazes regionais – com vinho, chouriço, queijo, pão e mel da Serra da Estrela -, uma opção que se pode adicionar quando a reserva, assim como acontece com outra sugestão do Lugar nas Estrelas, a "Mesa Posta", ou seja, uma mesa preparada a gosto para a chegada dos hóspedes. O catering é da autoria do chef Pedro Rosa.

O alojamento dispõe de três suítes estúdio (a partir €90), com terraços com vista para a piscina e que acomodam quatro pessoas. Estas suítes estão também equipadas com kitchenette. O pequeno-almoço é feito de vários pães da região, cozidos no forno a lenha comunitário, do Bolo de cherovia com receita secreta, e, claro, queijo da serra e presunto da Beira Baixa, entre outros produtos locais.

Para chegar ao Lugar nas Estrelas (Rua da Barroca, Peso, Covilhã. Tel. 927532030) basta seguir a estrela que brilha forte, ou ouvir com atenção a história de um pastor do vale do Mondego, as inspirações não faltam.

Catarina Paramos

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!