Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Teima Alentejo SW: este turismo rural é pessoal e intransmissível

Pedro Ferreira

Situado entre Odeceixe e a Zambujeira do Mar, este projeto turístico de referência é um sonho materializado do casal Luísa Botelho Sarmento e Paulo Camacho, ela, outrora produtora de grandes eventos, e ele, antigo jornalista. Na realidade, talvez pertença um pouco mais a Luísa porque cada peça escolhida para a Teima Alentejo SW é resultado da sua procura e do seu gosto muito particular. Aliás, tudo tem um cunho muito pessoal nesta unidade de turismo em espaço rural seja o mobiliário, feito especificamente para o monte pelo estúdio “Cabana”; as telas, colocadas à cabeceira das camas, com a pintura pop surrealista do português Ricardo Tadeu Barros; as máscaras africanas hipnotizantes nas paredes ou ainda as peças mecânicas que ganharam nova vida como quadros ou mesas.

Todos os sete quartos (a partir de €125) e duas suítes, são diferentes entre si e todos espaçosos e luminosos, sempre com pequenos terraços para descontrair. Ambas as suítes têm lareira e perto de 50 m2. Naturalmente, esta personalização encontra eco na forma como se recebem os hóspedes.

Começa pelo pequeno-almoço, que é preparado de acordo com as preferências de cada um. Basta deixar a lista no alpendre do quarto, preenchida com as cruzinhas a assinalar tudo o que lhe apetece comer na primeira refeição do dia e a que horas (mas sempre sem preocupação extrema de horários) e, na manhã seguinte, vai encontrar tudo o que desejou preparado ao momento.

Depois há os animais, que são de convívio meigo. A Rosa, a burra mirandesa que o casal resgatou e que “dá o focinho” ao logótipo da Teima, mas também a filha, a Papoila, ou a Margarida, a mais mimada, entre outras, todas “meninas”. É possível aos hóspedes dar e receber mimos destes animais, num espaço que lhes está reservado, perto de um pequeno lago situado ao fundo da propriedade. O lago e dois baloiços esperam por quem quiser ficar a tomar um copo de vinho e olhar os patos que ali moram e por ali se passeiam.

Se por acaso desejar sair da Teima Alentejo SW para conhecer a região, a Luísa conhece-a como ninguém e pode idealizar vários dias com atividades diferentes. A única coisa que o hóspede terá de fazer é aparecer porque a ideia é ficar completamente isento de preocupações. Na Teima é possível fazer refeições a pedido e, claro, ao longo do dia há sempre snacks e bebidas.

O lugar convida a tardes nos alpendres dos quartos, a ficar pela piscina, ler um livro num recanto escondido, olhar o céu. A Teima Alentejo SW é, sem sombra de dúvida, um refúgio ideal para casais. Para quem quer acordar a ouvir os passarinhos, sentir o cheiro das ervas, perceber que a cada momento da manhã a luz muda e que exerce sempre o mesmo fascínio sobre nós.

Para os mais ativos, para além dos percursos integrados na Rota Vicentina nesta região, a propriedade permite, pela dimensão, fazer caminhadas e passeios relaxantes no interior e tirar partido da natureza exuberante que rodeias as casas.

Mediante marcação, existe a possibilidade de se fazerem massagens. Para 2020 está a ser pensado um espaço próprio para aulas de ioga, uma zona maior para relaxar e ouvir música, tomar uma bebida depois de jantar e poder entregar-se à tranquilidade da propriedade. Está também prevista a construção de três palafitas, para quem pretende ficar ainda mais resguardado, e cuja data de conclusão deverá ser maio de 2020.

O Monte da Teima, onde nasceu o projeto turístico Teima Alentejo SW (Vale Juncal, S. Teotónio. Tel. 961622239), foi adquirido em 2009. Era uma propriedade feita de muito mato e de um palheiro. Tudo foi construído de raiz pelo casal proprietário. Começou por ser a casa de família para férias. Mas depois, devido à vontade manifestada por algumas pessoas em querer ficar a pernoitar e aos quartos disponíveis deixados pelos filhos já crescidos do casal, deu-se o clique. Luísa decidiu aplicar todo o saber-fazer profissional e começar a planear e a concretizar, como antes fizera para outros, por forma a tornar a Teima uma realidade, mas tudo sem pressas. O processo também não o permitia porque a parte burocrática exigiu anos de “teima”.

"Melhor Turismo Rural" nacional na edição 2017 da BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, a Teima Alentejo SW, situada a 5 km das praias do Carvalhal, Machados e Amália, é uma excelente opção nesta zona do Alentejo, a que se podem juntar, como complemento, várias moradas de bons restaurantes.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!