Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Imani Country House: amor à primeira vista, junto a Évora

  • 333

Um casal, José Pedro Vasconcelos e Mariana Roxo, apaixonou-se perdidamente por uma propriedade, a Quinta de Montemuro, situada a cerca de 15 minutos de Évora, na vila de Guadalupe, o nome de uma das padroeiras mais populares do Alentejo e que baptizou muitas meninas na região ao longo de gerações.

Aos olhos da maioria das pessoas, Montemuro parecia apenas um monte de ruínas. O que fez a diferença para o casal foi “Imani”, que significa “Acreditar” em suaíli, ou seja, o casal acreditou e reconstruiu a casa, que fora outrora um abrigo de animais. Também rapidamente perceberam que a queriam partilhar e é assim que nasce a Imani Country House.

O projeto hoteleiro disponibiliza cinco suítes e dois quartos duplos (preços a partir €145), com áreas que variam entre os 35 e os 80m2, cada quarto está decorado com mobiliário vintage, peças de design original e livros de arte que servem, por exemplo de inspiração, antes ou depois de um banho na banheira de estilo vitoriano, disponível numa das suítes. O banho é perfumado com Hermès Orange Verte, as amenities escolhidas pelos anfitriões.

Um complexo sistema subterrâneo de minas, poços e túneis de irrigação romanos, que ainda hoje garante a excelente distribuição de água indicia que a exploração da herdade é muito antiga, no entanto o registo conhecido remonta apenas ao início do século XX. Estende-se por 11 hectares, com pomares, jardins e oliveiras centenárias, mas também cedros, que dão as boas-vindas a quem chega, ladeando a estrada até ao local da recepção.

Existe por parte dos proprietários da Imani Country House um profundo respeito pelas gentes da região. Iniciaram a aprendizagem acerca da produção de vinho, participando das vindimas nas pequenas localidades junto à Guadalupe. “A última produção do vinho 'Improviso' seguirá para destinos além-fronteiras”, revela José Pedro Vasconcelos. Também produzem azeite, o mesmo que é utilizado no restaurante do alojamento, o “Improvável”, aberto aos hóspedes, mas também a visitantes, mediante marcação. A ementa é de índole internacional e de confecção aprimorada, da autoria de André Ramos.

No exterior, néons de lettering antigo fazem companhia no caminho até à sala de refeições, em jeito de galeria ao ar livre, que culmina à chegada ao restaurante numa espécie de bric-à-brac. À entrada está uma colecção de malas de piquenique antigas e outra de bengalas, mas também vitrines repletas de objectos antigos curiosos e ainda um canto com música, revistas e livros em quantidade para quem quiser relaxar e perder a noção do tempo com a leitura. Há ainda uma mesa de snooker e uma salamandra para aquecer as noites de inverno.

Numa sala adjacente encontra-se a adega com as respectivas cubas em inox, e é possível provar os vinhos, assim como os azeites. Na adega mais um néon, com a palavra “adoçar”, confere um cunho retro futurista à decoração. Manifestações, maiores ou menores, colecções ou mesmo os museus de arte contemporânea surgem no Alentejo hiperbolizando sensações, por ser inesperado experienciá-las naquele lugar e pela ausência de ruído própria na região.

A Imani Country House (Quinta de Montemuro, Guadalupe, Évora Tel. 266782021) tem à disposição dos hóspedes duas piscinas exteriores. No alpendre, uma cama de rede, uma mesa de matraquilhos e o honesty bar, para desfrutar de uma bebida.

A Imani Country House é um dos alojamentos recomendados pelo Guia Boa Cama Boa Mesa 2019 já disponível. Pode, também, fazer a reserva do seu exemplar através da Loja Impresa.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!