Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Alentejo: Conheça o único hotel em Portugal onde pode jogar croquet!

Escassos segundos depois de sair da EN 2, deixando-se conduzir pelo GPS, o casario branco, lá ao fundo, começa a ganhar forma. A plantação recente de pequenas oliveiras, quase rentes à terra, permite antever o muro branco alto, com ameias. À medida que se aproxima, a oliveira imensa, junto do mesmo, revela a sua forma, bem como o portão azul de acesso ao pátio do Hotel & Croquet Club Quinta da Chaminé, agroturismo localizado a poucos quilómetros do centro da vila de Ferreira do Alentejo, no distrito de Beja.

A propriedade, com cerca de 300 hectares, foi adquirida, em 2011, por Francisco e Pilar del Cuvillo, respetivamente, conde e condessa das Cinco Torres, ambos da vizinha Espanha. “Adoramos Portugal e as suas pessoas, o clima, a tranquilidade e a segurança do Alentejo, a sua natureza selvagem, a luz quente da tarde”, justifica o nosso anfitrião acerca da escolha desta região para estabelecer o seu agroturismo. O objetivo inicial do casal era cingir o terreno à atividade agrícola e transformar as construções degradadas em casa de campo. Porém, em 2015, o projeto, assinado pelo arquiteto de Beja, Luís Serrano, veio mudar o destino deste pequeno paraíso na região alentejana.

Antes de avançarmos, impera a necessidade de esclarecer a seguinte questão: o que terá levado o casal a construir um campo de croquet em pleno Alentejo? A resposta é simples! “Sou jogador de golfe e, há cinco anos, comecei a jogar croquet. Este jogo requer muita concentração, muita técnica e uma postura correcta.” Apesar de ser ainda um amador dentro desta modalidade, a execução e implementação do campo foram efetuadas de acordo com as medidas oficiais. “Só há dois em Portugal, mas este é considerado o melhor da Europa”, garante Francisco del Cuvillo. Já foi modalidade olímpica e, o nome, pode até gerar confusão com o críquete, um outro desporto recreativo. Na verdade, o croquet é bem diferente e terá tido origem numa derivação do golfe, com origem na Irlanda.

Agora sim, façamos a descrição dos edifícios. O do lado direito acomoda os oito quartos (a partir de €120). Todos beneficiam da luminosidade do Alentejo. As respetivas entradas estão ornamentadas com um telheiro feito em metal pintado de azul e as portas numeradas. Quatro são suites familiares com mezaninos; dois estão na categoria de quartos superiores; e a restante dupla são double rooms. Os tons bege, cru e branco predominam a decoração acolhedora da autoria de Pilar del Cuvillo, condessa das Cinco Torres. A arquitetura de interiores esteve, por sua vez, a cargo de Maria del Cuvillo, a filha do casal. A casa da família, contígua ao último quarto, tem um terraço que pode ser desfrutado pelos hóspedes ávidos de descanso e de boas leituras.

“Onde está, agora, o salão, era um celeiro, e a piscina era, antes, um palheiro”, explica Francisco del Cuvillo, referindo-se ao edifício situado do lado esquerdo do pátio. A fileira de arcos do primeiro terraço, com a piscina, tornam este espaço mais privado, seguido da ampla sala dos pequenos-almoços buffet dos hóspedes, privilegiada em dias soalheiros. Os almoços e o jantares, elaborados de acordo com os sabores da cozinha típica alentejana, também são servidos mediante reserva feita com um dia de antecedência.

Aproveite para lanchar a meio da tarde, no interior do salão ou no terraço da confortável sala de estar. Afinal, o sossego soberano e o cenário bucólico são, efetivamente, características partilhadas pelo Hotel & Croquet Club Quinta da Chaminé (EN 2, km 3,5, Ferreira do Alentejo. Tel. 284402700), o ponto de partida para um passeio de bicicleta, disponíveis para os hóspedes. Complemente o roteiro com um passeio pedestre pela Rota da Villa do Monte da Chaminé, estação arqueológica de origem romana datada do século I ao século V d.C.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!