Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

BCBM TV

Está calor? Sirva-se de um Tonic Oyster!

A Ostraria instalou-se na Marina de Vilamoura e, além das melhores ostras da Ria de Alvor, promete outras boas surpresas, a começar por um gin muito especial...

Para quem não conhece, a Ostraria é uma forma diferente de elogiar a ostra portuguesa. Ou, se preferir, a Ostraria é, segundo os próprios, “um conceito de restauração Pop-up que, em vez de ser fixo, segue o cliente, em diferentes espaços e eventos.”

Neste contexto, a Ostraria decidiu abraçar o verão com todas as forças (leia-se “ostreiros” e ostras) e instalar-se em quatro locais diferentes: Vilamoura, Portimão, Costa da Caparica e Lisboa. Por partes, vai poder encontrar “as melhores ostras, para servir os melhores clientes”, no Bar Panorâmico – Entretanto, do Hotel do Chiado, no Oceans – Beach Bar, na Praia do Castelo, na Costa da Caparica, no NoSoloÁgua Portimão, com exclusivo bar de piscina, em que as ostras casam em exclusivo com o champanhe Moet & Chandon, e no deck do NoSolo Itália, na Marina de Vilamoura.

Foi, precisamente, em Vilamoura, que o Boa Cama Boa Mesa partiu à descoberta do mundo maravilhoso das ostras em época estival. E, contra o calor, a sugestão é provar um Tonic Oyster, que acompanha, na perfeição, o menu de ostras disponível neste pequeno bar, na zona dos decks (ou seja, sobre a água) da mais famosa das marinas nacionais. Antes de desvendar o segredo do Tonic Oyster, saiba que neste bar da Ostraria todas as ostras servidas são da Ria de Alvor, com selo de qualidade e calibre certo, garante o “ostreiro” e biólogo marinho, Tiago Veríssimo. O menu inclui Ostras ao natural, servidas na concha, a que pode acrescentar Limão, Tabasco ou Vinagrete (€8,90 / 3 unidades; €16,90 / 6 unidades), mas também uma versão, batizada de “Gourmand”, em que as ostras são apresentadas com um twist contemporâneo: com Maçã verde, pepino e menta, com Ceviche de beterraba e com Vodka e limão. Os preços são exatamente os mesmos. A nossa preferência recaiu na elegância da ostra com vodka e limão. Para além das ostras frescas, em Vilamoura, a Ostraria apresenta também uma versão quente, com a ostra frita com maionese de Noori do Atlântico ou frita com iogurte, pepino e endro (€9,90 / 3 unidades; €18,90 / 6 unidades). Apesar de ser uma sugestão interessante e muito agradável, o verdadeiro apreciador de ostras vai ficar um pouco desiludido, uma vez que o sabor característico do molusco. Ainda assim, para quem tem alguma resistência a provar pela primeira vez, esta pode ser uma ótima opção. Outra das formas é deixar-se levar pelo menu de degustação (€35).

Tonic Oyster: o que é?

Para além desta oferta de ostras cruas e quentes, a equipa da Ostraria desenvolveu dois shucktails, ou seja, cocktails com ostras, já que shuck é a palavra inglesa utilizada para a ação de abrir o molusco. O Bloody Oyster, remete para o universal Bloody Mary, enquanto o Tonic Oyster, leva até ao gin todo o sabor do mar. O copo servido foi preparado com gin Bulldog, infusionado com algas, água tónica Fever Tree, e… claro, uma ostra aberta no momento e cujo líquido também é colocado no copo. A ostra é afundada para, no final do gin, ser degustada. Enquanto bebe este shucktail a olhar o vaivém dos barcos na marina, o molusco absorve o gin e ganha uma nova vida…

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!